Radar da Bola

Com dificuldades, City vence e segue invicto

Desta vez, o Manchester City venceu com dificuldades. O líder da Premier League conseguiu a virada no final do jogo diante do Huddersfield Town, por 2 a 1. Com a vitória, o City chegou a 37 pontos, em 39 disputados, mantendo oito de vantagem ao Manchester United.

O primeiro tempo foi fraco. Com o City lento e Huddersfield apostando nos contra ataques, as duas equipes não criaram emoções aos torcedores. Com Gabriel Jesus novamente no banco, Guardiola retornou com algumas peças que foram poupadas na rodada da Champions League.

A primeira oportunidade clara saiu aos 22 minutos. Em jogada na linha de fundo, Sané cruzou e Agüero não conseguiu desviar a bola. Novamente, o camisa 10 não aproveitou. Em belo passe de David Silva, Agüero dominou a bola com dificuldade e foi atrapalhado pelo defensor.

O City chegava com mais perigo, Otamendi tabelou e chutou por cima do gol. Parecia que o dia não era de Agüero, ele recebeu na pequena área e chutou para a defesa do goleiro, na sequência, Sterling mandou para fora. A primeira chance do Huddersfield, veio aos 40. Em bola cruzada na área, Zanka desviou a bola e perdeu ótima chance.

Apesar do CIty dominar o jogo, quem abriu o placar foi o Huddersfield. Em cobrança de escanteio, a bola bateu em Otamendi e foi para o fundo do gol, anotando o 1 a 0 para os donos da casa.

O segundo tempo foi diferente para o time de Manchester. Logo na primeira chegada, Sterling foi derrubado na área. Agüero foi para a cobrança e com categoria igualou o placar. Apesar do gol, Agüero não estava em bom dia com a bola rolando, pela terceira vez, ele desperdiçou mais uma chance. Ele recebeu belo passe de Fernandinho e batendo de bico, obrigou o goleiro a fazer grande defesa.

O City buscava o desempate e chegar a 11ª vitória consecutiva fora de casa e 18 seguidas. Poderia ter saído em cobrança de falta de Sané. Aos 11, o alemão cobrou com categoria e carimbou o travessão. Sem pressão dos donos da casa, o City foi encurralando e chegando a um grande domínio na posse de bola, com incríveis 92%.

Vendo o crescimento do time, Guardiola colocou Gabriel Jesus. O garoto deu resultado. Aos 37, De Bruyne tentou a tabela com Sterling, a bola desviou no defensor e parou em Gabriel Jesus, que finalizou em cima do goleiro, no rebote, a bola bateu em Sterling e morreu no fundo das redes, virando o placar.

Com a virada, o City recuou e o Huddersfield teve apenas uma chance. Em cobrança de falta, Mooy cobrou com categoria mas a bola foi na rede de fora.

Na próxima rodada, quarta-feira, os Citizens recebem o Southampton, enquanto o Huddersfield tenta se recuperar contra o Arsenal em Londres.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *