Radar da Bola

City vence Napoli, avança para as oitavas e complica italianos na Champions

O Manchester City confirmou nesta quarta-feira, sua classificação para as oitavas de final da Champions League.A vitória por 4 a 2, complicou a situação do Napoli que ocupa a terceira posição, com apenas 4 pontos.

Pela 4ª rodada do grupo F, o Manchester City confirmou a ótima fase. Desta vez, os ingleses confirmaram a presença nas oitavas. Além da classificação, o City teve outro bom motivo no jogo: Kun Agüero. O camisa 10, anotou seu 178º dele pelo clube inglês, tornando-se assim o maior artilheiro da equipe de Manchester.

O Napoli apostava todas as fichas neste jogo. Em caso de derrota, os italianos praticamente dariam adeus na competição. O time de Nápoles, começou atacando e dominando a partida. Foi aí que Mertens e Insigne apareceram. Aos 21, a dupla tabelou e Insigne mandou para as redes, abrindo placar. O City respondeu com Agüero. O atacante recebeu de Sterling e finalizou, a bola desviou na defesa e passou tirando tinta da trave, assustando a torcida italiana.

Aos 34, o City empatou. Gundogan cruzou na medida e Otamendi cabeceou com estilo para igualar o jogo. O City quase virou com Stones. Em mais um cruzamento de Gundogan, Otamendi finalizou errado, a bola sobrou para Stones que cabeceou e carimbou a trave de Reina.

A segunda etapa foi do City. Logo aos 3, Guardiola viu do banco, Stones virar o jogo. Em cobrança de escanteio, o zagueiro inglês subiu de cabeça e mandou no travessão antes de ultrapassar a linha do gol. O camisa 5 anotou seu terceiro gol na Liga.

Com a virada, o Napoli foi com tudo. O meia Insigne fez bela jogada individual, finalizou de fora da área e acertou o travessão de Éderson, para desespero da torcida. O grito de gol voltou a sair para o Napoli. Após Raul Albiol ser derrubado por Sané na área, o brasileiro Jorginho foi para a cobrança e igualou o marcador, em 2 a 2. Minutos mais tarde, o Napoli poderia ter virado mas parou em Éderson. Em belo passe de Mertens para Callejón, o espanhol ficou frente a frente e o goleiro brasileiro fez grande defesa, impedindo a virada.

Aos 24, o Napoli subiu com a equipe ao ataque afim da virada e manter-se vivo na competição. Porém, o sonho foi por ‘água abaixo’. Em roubada de bola de Fernandinho, Sané avançou da defesa ao ataque, a bola sobrou para Agüero que sem piedade, estufou as redes. O gol foi histórico. O argentino se tornou o maior artilheiro da história do Manchester City, com 178 gols. Ultrapassando Eric Brook, autor de 177 gols. Ele atuou pela equipe entre 1927 e 1940.

O gol freou a reação dos italianos, enquanto o City explorava os contra-ataques. Sané encontrou Bernardo Silva, que finalizou para boa defesa de Reina. Com a desvantagem, o Napoli foi com tudo e em mais um contra golpe, o City selou a classificação. Em outra roubada de bola, De Bruyne tocou para Sterling que finalizou rasteiro e anotou o 4 a 2.

Os próximos jogos do Grupo F da Champions League serão no dia 21 de novembro. O Napoli enfrentará o Shakhtar, em Nápoles, para decidir o futuro. Já o City receberá o Feyenoord, em Manchester, para cumprir tabela. O Napoli terá seis pontos para disputar, precisando vencer os dois compromissos finais. Também precisa torcer para o Shakhtar não vencer, nem empatar com o City na última rodada.

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *