Radar da Bola

Ronaldo decide, cala Signal Iduna Park e Real vence o Dortmund

Cristiano Ronaldo novamente mostrou porque é o melhor jogador do mundo. Nesta terça-feira, o camisa 7 foi decisivo na vitória do Real Madrid por 3 a 1 sobre o Borussia Dortmund, em plena Alemanha. Com a vitória, o Real disparou na liderança e deixou o Dortmund em situação complicada.

Pela segunda rodada da fase de grupos da Champions League, o Borussia Dortmund recebeu o Real Madrid e jogava a seu favor o tabu de jamais perder para os espanhóis em casa. Só que desta vez, Cristiano Ronaldo e Bale acabaram com a invencibilidade do Dortmund sobre os merengues. A partida foi totalmente do time de Zidane que criava com facilidade as chances de gol, podendo ter saído da Alemanha com uma goleada.

No primeiro tempo, o Real apostava no seu lado direito com Carvajal e Bale. Com bolas nas costas dos defensores que apostavam na linha de impedimento. Aos 9, Carvajal recebeu de Casemiro, deixou o marcador no chão e finalizou em cima de Burke, para desespero de Ronaldo e Bale que estavam em boas posições. Em outra jogada pela direita, Cristiano Ronaldo cruzou para Bale mas, Piszczek chegou primeiro que o galês e evitou o gol dos madrilenhos.

A polêmica da partida saiu aos 13 minutos. Em cruzamento,, Castro bateu de esquerda, Navas espalmou e a bola bateu no braço de Sergio Ramos, que na sequência afastou a bola. O juiz mandou o jogo seguir, para desespero da torcida e jogadores aurinegros.

Se não teve pênalti para um lado, teve golaço no outro. Aos 17, Carvajal acertou na medida o cruzamento para Bale bater de primeira, mandando a bola na gaveta, anotando um golaço. O gol significou um jejum de quase um ano sem marcar na competição e para calar os críticos e alguns torcedores do Real, que vaiaram o camisa 11 nos últimos jogos.

Com o gol, o Real se fechou e explorava os contra ataques, marca do time de Zidane. Cristiano queria anotar o dele e quase fez no fim da primeira etapa. O camisa 7 tabelou com Carvajal e chutou para fora.

O segundo tempo foi alucinante. Logo no início, Yarmolenko recebeu de Gotze, cabeceou para Aubameyang, mas Varane salvou o gol que seria o empate dos alemães. Se o Dortmund não fez, o Real faz. Desta vez, Cristiano Ronaldo encontrou as redes. Em cruzamento de Bale, o português chegou primeiro que o defensor e bateu de esquerda com força, estufando as redes e ampliando o placar. O gol foi um marco para o camisa 7, sendo o seu 400º tento com a camisa madrilenha.

Aos 9 minutos, Aubameyang diminuiu o placar. Em cruzamento pela esquerda, o artilheiro do Dortmund conseguiu acertar o biquinho da chuteira e dar esperança a torcida alemã. Se o biquinho ajudou, na segunda vez não deu certo. Em outro cruzamento pela esquerda, Aubameyang apareceu sozinho na pequena área mas não conseguiu acertar o bola, mesmo assim, quase saiu o gol, a bola acertou a rede de fora.

O Real voltou a assustar com Isco. O meia recebeu de Sergio Ramos mas isolou a bola. Novamente Isco apareceu. O meia finalizou e Burke apareceu no canto para segurar a bola. Mas quem encontra o gol é Cristiano Ronaldo. Em passe de profundidade, Cristiano não exitou e fuzilou o gol de Burke, calando o Signal Iduna Park novamente.

Com o 3 a 1, o Dortmund não voltou a assustar e o Real segurou o placar. Com a vitória, o Real se mantém na primeira posição com 9 pontos. A próxima rodada do grupo acontece apenas no dia 17 de outubro. O Real faz o jogo dos líderes com o Tottenham na Espanha, enquanto o Dortmund vai ao Chipre para fazer o encontro dos lanternas com o Apoel.

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *