Radar da Bola

A Roma da nova temporada está começando a se desenhar

A temporada 2017-18 está ainda em sua pré temporada, mas a Roma está mostrando que pode sim com algum tempo de trabalho ser aquela que vem incomodando na disputa pelo título, claro que a Juventus está um passo na frente dos demais, e que clubes como o Milan estão com muito mais poder financeiro, mas a Roma tem um trunfo chamado Monchi, o novo diretor de futebol chegou na cidade eterna para revolucionar o giallorossi, e logo em sua primeira temporada vendeu muito bem peças que podem não fazer muita falta, e trouxe nomes de qualidade parecida, e com Di Francesco no banco de reservas, a temporada promete ser boa, ou até mesmo melhor que a passada.

Mercado da Bola

Como a Roma está já na fase de grupos da Champions League, os investimentos foram feitos com muita cautela, nomes pontuais chegaram para integrar o elenco que está sem dúvidas mais forte e com mais opções que o anterior. Para o gol Skorupski voltou de empréstimo para ser o reserva de Alisson, para a zaga Castán está de volta após uma temporada no Torino e pronto para recomeçar sua carreira após optar não sair do clube, Héctor Moreno é outro zagueiro na equipe, o Mexicano chegou após temporadas boas no PSV, nas laterais temos Rick Karsdorp um jovem talentoso holandês no lado direito, e o experiente Kolarov na esquerda. Na função de volante temos Maxime Gonalons, que era um dos pilares do Lyon na última temporada, incluindo a posição de capitão do clube, um pouco mais a frente no meio campo, Iturbe voltou de empréstimo para ser o meia-atacante, e Lorenzo Pellegrini está de volta ao clube da cidade eterna, após a Roma exercer o direito de recompra do meia que vinha defendendo o Sassuolo. E para o ataque, fechando o mercado da Roma, Cengiz Ünder foi comprado do Basaksehir e já mostrou que pode sim figurar entre os 18 que vão a campo, Grégoire Defrel é também um atacante que deverá ser titular pela ponta direita, em uma das poucas vagas em aberto na Roma. E fechando o ciclo de contratações, duas jovens promessas foram contratas, mas ainda não com a confirmação se estarão no plantel principal, o primeiro foi Rezan Corlu uma das maiores promessas da Dinamarca e que estava no Brondby Juniors, Zibelar de apenas 18 anos também chegou, mas este pertencia ao NK Maribor.

Foram embora

Monchi é conhecido por suas negociações sempre precisas, ele contrata muito bem, e vende na mesma capacidade, fazendo caixa com algumas perdas apenas. Para o torcedor da Roma, será triste ver que em nenhum milésimo de segundo Francesco Totti irá tocar na bola devido sua aposentadoria, mas o Capitano terá um merecido descanso para ser mais um no quadro de diretores do clube. Monchi viu Grenier voltar de empréstimo para o Lyon sem ter tido uma grande temporada na Roma, Szczesny voltou para o Arsenal e logo foi vendido pra Juventus, mas estes não tinham como a Roma fazer caixa. Ao contrário de Mohamed Salah vendido por um valor alto para o Liverpool, Rudiger foi pra o Chelsea e Paredes para o Zenit. Rudiger será aquele que mais fará falta no plantel da Roma, mas como o mercado ajudou, não por muito tempo.

A pré temporada 

A Roma fez testes caseiros contra o Pinzolo (8×0) e Slovácko (1×0), antes de embarcar para os Estados Unidos e disputar a Champions Cup. Na primeira partida, a Roma empatou com o PSG em um gol que fora marcado por Umar Sadiq, e perdeu nas penalidades, e na segunda partida uma boa vitória contra o Tottenham, com gols de Perotti, Under e Tumminello, vencendo por três a dois. Encerrando a competição, um novo empate e derrota nos penaltis, agora para a Juventus. Dentro de alguns dias, o adversário será o Sevilla, fechando assim o ciclo de amistosos.

O time base 

Vendo a pré temporada, e os reforços que chegaram, Di Francesco já começou a esboçar aquele que deve ser o time titular, com Alisson; Bruno Peres, Fazio, Manolas (Moreno), Kolarov; Nainggolan, Strootman (Gonalons), De Rossi; Perotti, Defrel e Dzeko. A formação ainda está impactada pelo começo de trabalho e ausência de Florenzi que se recupera de lesão.

O que esperar 

O que esperar da Roma? Bem, em uma recente entrevista ao site oficial do clube, Cafu respondeu esta pergunta e resumiu muito bem o sentimento da torcida no momento, A Roma é um bom time, eles podem se tornar um time excepcional se fizerem um bom começo, ganhando jogos e jogando bem na medida que o tempo passa. E esta frase dita pelo ex lateral giallorossi é uma certeza que se tem, a Roma tem uma base consolidada, perdeu alguns nomes mas repôs na medida certa, reforços chegaram, Di Francesco está ai para colocar uma nova mentalidade na Roma, e Monchi para mudar a mesma de patamar. Só nos resta esperar coisas muito boas na temporada.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *