Radar da Bola

West Ham vence Tottenham e deixa o título na porta de Stanford Bridge

Na abertura da rodada 36 nesta sexta (5), o vice líder Tottenham foi até o London Stadium para enfrentar o West Ham. Uma vitória dos Spurs, colocaria fogo no campeonato, deixando o time de Pocchettino a um ponto do Chelsea, que ainda entra em campo na rodada. No entanto, a grande atuação de Adrian e o gol de Lanzini, praticamente definiu a competição.

 

Precisando da vitória para encostar no líder, o Tottenham começou o jogo sem conseguir ameaçar o West Ham, que mesmo jogando em casa deixou bem claro desde o início que iria jogar fechado, esperando um erro do adversário.

Em um jogo muito truncado, o único lance de perigo no primeiro tempo foi do Tottenham. Aos 20 minutos, Alderweireld fez longo lançamento, Son escorou para a finalização de Kane que parou em Adrian. No rebote, Alli foi bloqueado pela zaga dos Hammers, na sobra Kane finalizou para uma sensacional defesa de Adrian. E mesmo tendo 80% de posse de bola em alguns momentos, o Tottenham não conseguia furar o bloqueio armado por Bilic.

Adrian faz duas grandes defesas em finalizações seguidas de Kane. (Foto: Divulgação)

Na segunda etapa o panorama da partida era o mesmo, e de novo Adrian salvou o West Ham. Son finalizou da entrada da área no canto para mais uma boa defesa do arqueiro espanhol. Até que aos 20 minutos do segundo tempo, a bola cruzou a área do Tottenham por duas vezes, antes de encontrar Lanzini livre na entrada da pequena área. O argentino encheu o pé direito para abrir o placar, fazendo 1 a 0 e jogando toda pressão para os Spurs.

Com direito a bolhas da torcida, Lanzini comemora o gol dos Hammers. (Foto: Divulgação)

Precisando fazer dois gols em 25 minutos, Pocchettino lançou o time para frente. Mas as alterações não surtiram efeito e o Hammers esteve mais perto do segundo do que o Spurs do primeiro.  Final de jogo no London Stadium, West Ham 1 x 0 Tottenham.

Com a derrota, o Tottenham tem a sequência de 9 vitórias interrompida. (Foto: Divulgação)

Dessa forma, o Chelsea precisa de apenas mais duas vitórias para conseguir o título inglês. Já o Tottenham enfrenta o Manchester United, domingo (14), no jogo que marca a despedida de White Hate Lane.

 

Por: Douglas Wandekochen

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *