Radar da Bola

‘Campeones del Siglo’ se enfrentam em jogo histórico no Uruguai

Peñarol e Palmeiras se enfrentam nesta quarta-feira (26), pela 4ª rodada da fase de grupos da Taça Libertadores à partir das 21h e 45 no Estádio Campeón Del Siglo. O jogo é mais do que decisivo para os times que já fizeram uma partida dramática aqui em São Paulo, com vitória palmeirense por 3 a 2 aos 54 minutos do segundo tempo.

O Palmeiras será a primeira equipe brasileira a jogar no novo estádio do Peñarol, recém inaugurado. As duas equipes que se intitulam em seus países como campeãs do século XX, farão um duelo carregado de mística, história e tradição na Libertadores. Os uruguaios são penta-campeões da competição e possuem o tricampeonato Intercontinental (somente para a FIFA não é considerado Mundial).

Os clubes que já decidiram a Libertadores em 1961 com vitória dos uruguaios, também já se encontraram em mais duas edições de mata-mata do torneio. Em 1967 o Palmeiras se vingou e eliminou o Peñarol avançando a final daquele ano.

Sem luxo e quase todo de concreto, estádio do Peñarol custou 13% da Arena Corinthians e foi construído com recursos próprios.

Mais tarde em 2000, pelas quartas-de-final, brilhou a estrela de São Marcos nos pênaltis e o Verdão seguiu na competição para encarar o Corinthians na semifinal, quando mais tarde comandado por Felipão, chegaria a sua quarta final de Taça Libertadores para encarar o Boca Juniors.

Hoje os clubes vivem situações diferentes daquelas vividas na década de 60. O Peñarol após anos consecutivos de crises e fracassos tenta se reerguer com sua camisa pesadíssima e a força de sua fanática torcida, porém uma derrota hoje pode praticamente eliminar os carboneros da competição.

O Palmeiras vive um momento totalmente oposto ao seu rival, é o clube mais rico do Brasil e após uma reestruturação em 2015, se coloca como um dos maiores do continente no momento. Os três pontos praticamente garantem o time do técnico Eduardo Baptista na próxima fase, fato que não acontece desde 2013.

Apesar da grande diferença de investimento e de elenco dos dois clubes, no campo Brasil e Uruguai sempre se equivalem, ainda mais para o time do Palmeiras que nesse ano ainda não conseguiu demonstrar sua superioridade diante de times piores tecnicamente.

O Palmeiras também não vence uma partida fora de casa na Libertadores desde 2006, quando derrotou o Atlético Nacional em pleno Atanasio Girardot por 2 a 1.

Apesar da eliminação precoce e vergonhosa do clube no estadual, 2.000 palmeirenses esgotaram os ingressos para visitantes vendidos no Brasil e a capital do Uruguai já recebe um grande número de palestrinos, confiantes em mais uma vitória do time na Libertadores 2017.

Promessa de jogo quente e histórico no Campeón Del Siglo, diante dos dois Campeones del Siglo.

Felipe Melo e ‘Cebolla’ Rodriguez dividem bola no Allianz Parque. (Foto: César Greco/Palmeiras)

Ficha Técnica: 

Local: Estádio Campeón del Siglo, Montevidéu.

Horário: 21h45 (Horário de Brasília)

Peñarol: Gastón Guruceaga; Hernán Petryk, Yefferson Quintana, Iván Villalba e Lucas Hernández; Marcel Novick, Nahitan Nandez, Ángel Rodríguez, Cristian Rodríguez; Mauricio Affonso e Junior Arias. Técnico: Leonardo Ramos

Palmeiras: Prass, Jean, Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto. Felipe Melo, Guerra, Michel Bastos, Roger Guedes. Willian e Borja. Técnico: Eduardo Baptista

Arbitragem: Enrique Cáceres, auxiliado por Eduardo Cardozo e Juan Zorilla (Trio Paraguaio)

Transmissão: Fox Sports e TV Globo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *