Radar da Bola

A Austrália pressiona mas fica no empate com a Dinamarca

Na manhã desta quinta-feira, 21, A Austrália encarou a Dinamarca em Samara. Quem deu as caras de novo foi o VAR que marcou um pênalti, o quinto na Copa, e ajudou os australianos a empatar com o time europeu em 1 a 1. Todas as seleções do grupo C  continuam com chances de classificação. A Dinamarca lidera com quatro pontos, e a Austrália tem um, enquanto a França tem três e o Peru ainda não pontuou.

Momento do pênalti contra a Dinamarca (Foto: REUTERS/David Gray

Depois de passar em branco na estreia, a principal estrela da Dinamarca, Eriksen conseguiu mostrar para o que veio nessa Copa. Aos 7 minutos do primeiro tempo, ele marcou um golaço, pegando de primeira na entrada da área, abrindo o placar.

Em desvantagem no placar, os australianos começaram ter mais poder ofensivo. Tanto é que Jorgensen perdeu chance clara de gol, a melhor criada até então. No entanto aos 37 minutos, o árbitro de vídeo (VAR) entrou em açõ novamente nesse Mundial. A bola tocou no braço de Yurary Poulsen, e o juiz marcu pênalti.  Jedinak, que já havia marcado de pênalti (também com ajuda do VAR) para os australianos na partida contra os franceses, balançou as redes de novo, 1 a 1.

A última rodada terá os dois jogos do Grupo C acontecendo ao mesmo tempo, às 11h (horário de Brasília) da próxima terça-feira, 26, a Dinamarca joga diante a França no estádio de Lujniki, em Moscou, e a Austrália encara o Peru em Sochi.

FICHA TÉCNICA

DINAMARCA 1 X 1 AUSTRÁLIA
Local:
 Samara Arena, Samara (RUS)
Data-Hora: 21/6/2018 – 9h (horário de Brasília)
Árbitro: Antonio Mateu Lahoz (ESP)
Auxiliares: Pau Cebrian Devis (ESP) e Roberto Díaz Pérez (ESP)
Público: 40.727 torcedores
Cartões amarelos: Sisto e Poulsen (DIN)
Cartões vermelhos: –
Gols: Eriksen (6’/1ºT) (1-0); Jedinak (36’/1ºT) (1-1);

DINAMARCA: Schmeichel; Dalsgaard, Kjaer, Christensen e Larsen; Schone, Delaney e Eriksen; Poulsen (Braithwaite, aos 13’/2ºT), Sisto e N. Jorgensen (Cornelius, aos 23’/2ºT). Técnico: Age Hareide.

AUSTRÁLIA: Ryan; Risdon, Sainsbury, Milligan e Behich; Jedinak, Mooy e Rogic (Irvine, aos 36’/2ºT); Leckie, Kruse (Arzani, aos 23’/2ºT) e Nabbout (Juric, aos 29’/2ºT). Técnico: Bert van Marwijk.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *