Radar da Bola

7×1? Que nada! Brasil vence Alemanha em Berlim

Em Berlim, a seleção reencontrou a Alemanha pela primeira vez após o fatídico 8 de julho de 2014, na semifinal da última Copa do Mundo. Os dois times com muitas mudanças em relação aquela partida no Mineirão, mas a atual campeã mundial, diferente do Brasil, não mandou a campo a equipe titular que pretende usar na Rússia.

O primeiro tempo foi de muita marcação de ambas as equipes. Tanto os alemães, quanto os brasileiros, subiram a marcação e tentaram diminuir os espaços na saída de bola adversária. A Alemanha com um pouco mais de posse de bola, mas com as mesmas dificuldades que o Brasil de levar perigo ao gol adversário.

Apesar das dificuldades na criação, o Brasil chegou bem aos 36 minutos em arrancada de Gabriel Jesus, que após finta em Boateng, bateu mal e desperdiçou a chance mais clara até aquele momento. Em compensação, no minuto seguinte, ele se redimiu. Fernandinho recupera a bola, aciona Willian, que cruza na cabeça do camisa 9. Jesus cabeceia e Trapp não segura. Placar aberto no Estádio Olímpico em Berlim.

No segundo tempo, durante os primeiros 15 minutos, a seleção Canarinho  conseguiu povoar melhor o campo de ataque e teve mais de uma oportunidade para ampliar a vantagem. Após isso, os donos da casa voltaram a controlar a posse de bola e passaram a jogar mais próximos a área brasileira, forçando a bola aérea, mas, sem sucesso.

O técnico Joachim Löw colocou mais ofensividade na equipe, com as entradas de Brandt, Stindl, Sandro Wagner e Timo Werner. Enquanto isso, Tite apostava nos contra-ataques e optou por Douglas Costa para a parte final do jogo.

O resultado põe fim a uma invencibilidade de 22 jogos da seleção alemã. O Brasil volta a campo no dia 3 de junho contra a Croácia e dia 10 contra a Áustria. Esses jogos, já com os 23 jogadores que irão disputar a Copa na Rússia.

Alemanha: Trapp; Kimmich, Boateng (Süle), Rudiger, Plattenhardt; Kroos, Gündogan (Werner), Draxler, Goretzka (Brandt), Sané (Stindl); Mario Gomez (Sandro Wagner). Tec: Joachim Löw

Brasil: Alisson; Daniel Alvez, Thiago Silva, Miranda, Marcelo; Casemiro, Paulinho, Fernandinho; Philippe Coutinho (Douglas Costa), Willian e Gabriel Jesus. Tec: Tite.

 

Foto: Fabrizio Bensch – REUTERS

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *