Radar da Bola

Vitória tranquila que dá ânimo para quarta

Cruzeiro vence o Sport no Mineirão por 2×0 e ganha inspiração para o duelo decisivo contra o Grêmio na quarta-feira pela Copa do Brasil

 

Sem poupar nenhum titular, o Cruzeiro recebeu o Sport no Mineirão neste domingo e conseguiu uma vitória sem sustos por 2×0. Desde o início do 1° tempo, o time visitante já deixava claro que a proposta de jogo seria de explorar os contra-ataques e esperar que o Cruzeiro propusesse o jogo. O time de Mano Menezes não começou a partida com ímpeto para vencer. Ao longo da metade inicial da 1ª etapa de partida, não existiram chances reais de gol para nenhum dos lados. O Sport não atacava o Cruzeiro e o time celeste apenas rondava a área do time rubro-negro, sem conseguir levar perigo ao gol do experiente Magrão. O domínio territorial do Cruzeiro existia, mas as chances de gol não aconteciam, uma vez que o time celeste errava muitos passes, não trabalhava bem as jogadas e não conseguia furar a “retranca” do Sport. A equipe rubro-negra, chegou a levar algum perigo em bolas cruzadas na área, mas nada que assustasse muito ao goleiro Fábio.

A história do duelo começou a ser mudada logo aos 32 minutos do 1° tempo do jogo. Após uma boa jogada, o lateral Ezequiel conseguiu fazer um ótimo cruzamento para a área do Sport, encontrando o atacante Sassá sozinho em meio à área rubro-negra, cabeceando firme no chão e a bola indo morrer no fundo das redes! O Cruzeiro conseguia o gol que lhe daria tranquilidade para o restante da partida. Após o gol, o Sport precisou se abrir mais no jogo, enquanto o Cruzeiro tocava mais a bola, as chances para o time da casa ampliar, foram aparecendo mais. Aos 43 minutos, Thiago Neves executou um excelente cruzamento para a área, onde o zagueiro Leo cabeceou, mas a bola estourou na trave de Magrão.

No 2° tempo, o jogo esteve da mesma forma que no fim da etapa inicial. O Cruzeiro tocava mais a bola, o Sport seguia tentando se lançar ao ataque, enquanto o time celeste criava mais chances. Logo aos 4 minutos, Thiago Neves tentou encobrir o goleiro Magrão, a bola pegou na trave e Sassá, impedido, não conseguiu empurrar para as redes. O Cruzeiro passava a buscar mais os contra-ataques, tentando fazer saídas rápidas pelas laterais, enquanto o técnico Luxemburgo não conseguia ajeitar seu time para buscar o empate. O Sport era pouco criativo, pouco inspirado e não ameaçava o gol do Cruzeiro. A partir dos 30 minutos, a bola esteve mais com o Sport, mas sem assustar a torcida do time da casa. O Cruzeiro administrava bem a partida e encaminhava sua tranquila vitória. Aos 41 da 2ª etapa, a vitória foi concretizada! Após Thiago Neves dividir a bola com os zagueiros do Sport na entrada da área, a bola sobrou para o jovem Raniel, que de frente para Magrão, estufou as redes adversárias. Estava decidido!

Com o resultado, o Cruzeiro atingiu 30 pontos no campeonato e chegou ao 6° lugar na tabela. Agora, as atenções do time mineiro voltam para a Copa do Brasil, onde enfrenta o Grêmio na quarta-feira. Para se classificar, o time celeste necessita vencer por 2×0. Mesmo com o duelo chegando, o Cruzeiro decidiu não poupar seus titulares e colocou a força máxima contra o Sport. Se vai influenciar ou não para o duelo de quarta, saberemos apenas no dia da decisão.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *