Radar da Bola

Com chutaço de Ramon, Vasco vence o Flu e dá um bico na crise

Cruzmaltino foi superior durante todo o jogo e conquistou a vitória logo no início do jogo.

Fluminense e Vasco entraram em campo para a abertura da 22° rodada do Campeonato Brasileiro neste sábado (26). Enquanto o Flu entrava baleado por cinco jogos sem perder, o cruzmaltino vinha exatamente na condição oposta e com Valdir bigode substituindo interinamente o demitido Milton Mendes.

Sem oportunidades com o antigo técnico, Nenê voltou a equipe titular, e foi dele a primeira boa oportunidade do Vasco. Aos 20 minutos, em rápido contra ataque, o camisa 10 vascaíno recebeu pela esquerda, cortou para o meio e bateu de direita no cantinho, obrigando a Júlio César fazer grande defesa. O ataque vascaíno ainda tentou aproveitar o rebote, mas a zaga tricolor, bem postada fez o corte.

Preso na marcação do Vasco, o time tricolor mal conseguia criar e, ficava apenas tocando a bola na intermediária.

O Vasco apostava nos contra ataques para levar perigo ao gol tricolor. E em um que parecia perdido, Nenê rolou para Ramon que acertou um lindo chute no ângulo esquerdo de Júlio César. 1 a 0 Vasco.

Ramon acertou um belo chute para garantir a vitória ao Vasco. (Foto: Divulgação)

Com a vantagem no placar, o cruzmaltino se retraiu ainda mais, em busca dos contra ataques. O tricolor por sua vez em tarde pouco inspirada de seus meias, não levava perigo ao gol de Martin Silva.

Aos 42 Nenê cobrou falta com bastante perigo, mas Júlio César atento fez a defesa. No rebote, Jean ainda tentou a finalização, mas chutou para fora.

Final de primeiro tempo no Maracanã, Fluminense 0 x 1 Vasco.

O segundo tempo reiniciou e a tônica do primeiro tempo seguiu a mesma, com o Vasco apostando nos contra ataques e o Flu, com pouca criação, seguia sem levar perigo.

Aos 5, de novo com Nenê o Vasco quase ampliou. O camisa 10 puxou rápido contra ataque e tabelou com Matheus Vital, mas quando o meia saia na cara de Júlio César, foi atrapalhado por Lucas. O vascaíno ainda tentou surpreender com um toque de calcanhar, mas o lateral tricolor esticou a perna e jogou a bola para escanteio.

Melhor jogador em campo, Nenê era quem mais ameaçava o gol tricolor. Aos 8 ele quadro fez o segundo.

 

Titular logo no primeiro jogo após a saída de Milton Mendes, Nenê foi o grande destaque da partida. (Foto: Divulgação)

Após cobrança de falta de Matheus Vital a zaga tricolor cortou mal, no rebote, Nenê bateu de primeira e a bola passou tirando tinta da trave direita de Júlio César.

O Fluminense ameaçou uma resposta aos 12 minutos, quando Lucas cruzou já direção de Gustavo Scarpa, mas o meia chegou um pouco atrasado na bola, não conseguindo fazer o desvio. O Vasco respondeu na sequência, Ramon disparou livre pela esquerda e cruzou rasteira, mas a bola foi nas costas de André Rios.

Ainda sem criatividade, Abel mexeu no time, colocando Peu na vaga de Marlon Freitas. Com mais presença de ataque, o tricolor começou a apostar nas jogadas individuais de Wellington Silva, e aos 21 em uma delas, o camisa 11 caiu na área pedindo pênalti. O juiz nada marcou.

Com mais espaço em campo, o Vasco teve mais uma chance. Após jogada individual de Nenê, a bola sobrou dentro da área para André Rios, mas o atacante finalizou sobre a meta de Júlio César.

Com o jogo se aproximando do final, o Flu se lançou mais ao ataque e depois de receber de Wellington Silva, Peu tabelou com Lucas e finalizou da marca do pênalti, mas foi bloqueado pela zaga vascaína, logo na sequência o Vasco teve a chance de matar o jogo com André Rios, mas o atacante finalizou por cima do gol. O Flu ainda ensaios uma pressão final, mas ficou só na vontade. 

Final de jogo no Maracanã, Fluminense 0 x 1 Vasco

 

Por: Douglas Wandekochen

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *