Radar da Bola

Flu e Atlético PR ficam no empate no maraca e tricolor perde a chance de dormir na liderança

Fluminense e Atlético PR entraram em campo nesta terça (6) no Maracanã, para abertura da 5° rodada do Campeonato Brasileiro e ficaram no empate em 1 a 1.

O Fluminense começou o jogo partindo para cima do furacão, mas logo aos 7 minutos Pablo recebeu cruzamento rasteiro de Jonathan na entrada da pequena área e escorou de pé direito para abrir o placar. Atlético PR 1 x 0 Flu.

Pablo comemora o gol atleticano. (Foto: Gazeta Press)

O Fluminense não sentiu o gol e continuo no ataque, mas o furacão se fechou todo, dando poucas chances ao tricolor que tentatava mais na vontade do que na inspiração. O Flu tinha amplo domínio do jogo, mais posse de bola, mas não ameaçava o furacão, que à frente do placar não ​conseguia acertar os contra ataques.

A única jogada onde o tricolor levava perigo era nas bolas aéreas. E foi através deu uma delas que chegou ao empate. Scarpa levantou na área de pé direito e Reginaldo que é forte no jogo por cima, empatou a partida. Apesar do gol tricolor, o jogo seguiu no mesmo rítimo, com um Atlético PR se defendendo muito bem e um Fluminense pouco inspirado para furar o bloqueio paranaense. Dessa forma o primeiro tempo terminou sem mais nenhuma chance clara de gol.

Reginaldo comemora o gol de empate do tricolor. (Foto: Gazeta Press)

Os times voltaram para o segundo tempo e o ritmo da partida seguiu na mesma batida da primeira etapa, com as duas equipes pouco inspiradas. Quando aos 30 minutos Renato tentou uma bicicleta dentro da área do Atlético e acertou em cheio o rosto do zagueiro Wanderson, que foi à nocaute, desmaiando no gramado. O jogo ficou parado por pouco mais de 7 minutos, uma vez que o zagueiro deixou o estádio de ambulância (segundo os médicos do furacão, Wanderson foi levado ao hospital apenas para fazer exames mais detalhados e, passa bem). Como Eduardo Baptista já tinha realizado as três mudanças, o Atlético deve de jogar com um à menos.

Renato tenta uma bicicleta e, acerta em cheio o rosto do zagueiro atleticano. (Foto: Reprodução Premiere)

Apesar da superioridade numérica, o Flu seguia sem levar perigo ao furacão que se defendia com extrema eficiência. Com pouca criatividade, o tricolor rodava a bola mas não conseguia entrar na área atleticana, que ganhava todas as jogadas tanto pelo alto como no chão. Como teve a paralisação para o atendimento de Wanderson, o juiz acrescentou 10 minutos e, o Fluminense à essa altura já contava com Henrique Dourado e Pedro para tentar a virada, mas como aconteceu durante toda à partida, não conseguia levar perigo ao gol atleticano. Que teve a chance de sair com uma vitória do Maracanã. Isso porque, Douglas Coutinho puxou rápido contra ataque de dois contra um e lançou Nikão, o meia cortou Wendel e da entrada da peguena área chutou para cima da meta tricolor, desperdiçando a chance da vitória. Final no Maracanã, Fluminense 1 x 1 Atlético PR. O time tricolor deixou o gramado com um misto de vais e aplausos vindo das arquibancadas.

O Fluminense que viraria líder caso vencesse, subiu duas posições e alcançou o terceiro lugar, com 10 pontos somados, mas podendo cair na tabela até o final da rodada. Já o Atlético PR segue sem vencer e conquistou seu segundo ponto na competição, coincidentemente os dois contra times cariocas, já havia empatado em 1 a 1 contra o Flamengo na Arena da Baixada.

 

Por: Douglas Wandekochen

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *