Radar da Bola

São Caetano vence o Bragantino e sagra-se campeão da Série A2

O São Caetano jogou na noite desse sábado (06) às 19h30 no estádio Anacleto Campanella em São Caetano do Sul (SP) contra o Bragantino partida válida pelo final do Campeonato Paulista da Série A2, o primeiro tempo começava com o Massa Bruta apostando na posse de bola para tomar o controle do jogo. O treinador Alberto Félix orientava o Bragantino a fazer a troca de passe, enquanto o São Caetano tentava a articulação de jogada em velocidade nas costas da marcação, mas demorou para levar perigo na área do goleiro Renan Rocha.

A primeira grande oportunidade de gol na partida saiu aos 20 minutos quando debaixo de uma forte chuva, o Bragantino cobrou escanteio através de Vitor fez com que Paes goleiro do Azulão saiu para afastar a bola, mas Edson Sitta conseguiu tirar a bola com um leve toque e na segunda trave Rafael Grampola cabeceou para fora.

O time da casa abriu o placar aos 39 minutos o lateral Alex Reinaldo cobrou a falta e Renan Rocha espalmou, mas na sobra Paulinho Santos pegou de primeira e finalizou para o gol abrindo o placar, depois do gol a chuva foi embora e os torcedores presentes do Azulão ficaram animados assim a primeira etapa terminou com a vitória do São Caetano por 1 a 0.

Comemoração do gol de Paulinho Santos do São Caetano (Foto: Reprodução)

O segundo tempo a equipe do Bragantino voltava com outra postura, o gol de empate saiu aos três minutos quando Edson Sitta chegou por trás e tentou a finalização, mas foi bloqueado. A bola subiu e encontrou o atacante Rafael Grampola, que fez uma linda bicicleta sem chances ao goleiro Paes. O time da casa sentiu o gol de empate, um drone chegou a sobrevoar o estádio e a partida foi paralisada por alguns minutos.

O Azulão aos 21 minutos fez o segundo gol quando o atacante Lincoln disputou a bola pelo alto, mas o atacante Carlão dividiu com o zagueiro Gilberto do Massa Bruta e a bola sobrou com Régis finalizando para o gol. O técnico Alberto Félix tentou reanimar a equipe do Bragantino, o volante Adenilson saiu para entrar o atacante Wellington e assim sonhava com o empate heroico.

O São Caetano perdeu Esley por expulsão aos 34 minutos já que num contra ataque, o atleta tocou a mão na bola e a arbitragem não perdoou, ele já tinha recebido o cartão amarelo e assim a partida terminou com a vitória do São Caetano por 1 a 0 se sagrando campeão da Série A2.

Ficha Técnica

Público: 5.870 pagantes

Renda: R$ 38.930,00

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza/SP

Assistentes: Anderson Jose de Moraes Coelho/SP e Bruno Salgado Rizo/SP

Cartões Amarelos

São Caetano: Diogo Rangel, Lincon e Esley

Bragantino: Edson Sitta, Rafael Grampola e Adenílson

Cartão Vermelho

São Caetano: Esley

São Caetano

Paes; Alex Reinaldo, Sandoval, Eduardo Luiz e Bruno Recife; Esley, Régis, Paulinho Santos (Lincon) e Paulo Vinícius; Carlão e Ermínio (Norton)

Técnico: Luís Carlos Martins

Bragantino

Renan Rocha; Bruno Oliveira (Kellyton), Gilberto, Guilherme Mattis e Fabiano; Adenílson (Wellington), Edson Sitta, Adriano Paulista (Anderson Lessa) e Rafael Chorão; Vitor e Rafael Grampola

Técnico: Alberto Félix

Facebook

Twitter

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *