Radar da Bola

Meta para o Majestoso: Acertar o gol, Timão

 

O setor ofensivo do Corinthians tem sido a questão urgente esse ano. Sabemos que a parte defensiva do time está até certo ponto bem arrumada, mas por outro lado, a insegurança com o elenco ainda é grande. O ataque nos jogos contra Botafogo-RP e Internacional (ainda que sem Jô e Jadson) foi provavelmente o que fez o fiel torcedor passar mais raiva.

Temos observado que o time tem tido movimentação e poderio de criação, porém ainda falta o simples. Queremos objetividade, queremos que o penúltimo passe no ataque tenha êxito, queremos testar o goleiro adversário mandando a bola para o gol.

O Corinthians vem criando bem, mas finalizando mal. É bonito de ver o sacrifício do time para que a defesa mantenha a postura e se saia bem, mas o mínimo que se espera é que, quando a bola chegar lá na frente, os jogadores tenham consciência dessa carência e se esforcem, insistam mais a fim de mandar a bola pro fundo das redes.

O próximo confronto do Corinthians é contra o São Paulo, no Morumbi e -discordando- do que disse Fabio Carille, mata-mata ainda mais quando é clássico, é um dos jogos mais importantes entre todos os que já vieram até aqui. Tanto porque, ninguém quer perder, e os adversários quando enfrentam o Corinthians (sejam eles quais forem), jogam mais, se doam. Ganhar do Corinthians desfaz qualquer indicio de crise, ou pressão no time adversário.

Por isso, se queremos chegar na final do Paulistão 2017, teremos de jogar o dobro para conseguir. Que nessa semifinal e possível final, o elenco do Coringão consiga amadurecer o suficiente para enfrentar de frente todos os jogos decisivos.

 

 

 

Por: Carolina Leonel

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *