Radar da Bola

Os Santos ajudaram, e deu Coxa

Com gols de Alan Santos e Léo Santos, o time alviverde garante a vitória sobre o time de Paranaguá

Fechando o domingo (26) de futebol, o Coritiba recebeu o Rio Branco em partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Paranaense 2017. O time parnanguara lutava por uma vitória ou até mesmo um empate, já que está em uma situação de escape do rebaixamento. Já o time da casa, já classificado para a próxima fase do campeonato, só queria mais três pontos somados à tabela.

Alan e Léo Santos garantem vitória do Coxa

Engana-se quem achou que o Leão da Estradinha iria dar folga ao time Alviverde. Num jogo com primeira etapa bem equilibrada, o Rio Branco fez o Coritiba soar em busca da vitória. Mas ela veio, dos pés dos Santos do Coritiba: Alan e Léo. O Rio Branco ainda descontou com Juninho, mas a vitória ficou com o time do Alto da Glória.

Rio Branco mostra que veio para o jogo

            No começo do jogo, o Coxa até tentou chegar com perigo ao gol do goleiro Dalton. O time do Alto da Glória pressionava buscando o ataque, com um toque de bola rápido e chegando na área a todo instante. Porém aos 19’ o Rio Branco chegou pela direita com cruzamento e Minho cabeceou à esquerda do gol de Wilson.

Após esse toque, o time parnanguara começou a gostar do jogo e jogou pelos lados. O jogo começou a se mostrar equilibrado nessa etapa, e o time alviverde enfrentava dificuldades na criação.

Aos 37’, o atacante Minho levou pânico ao time da casa. Puxando pela direita, ele bateu direto para o gol. A bola desviou na defesa alviverde e foi para escanteio. O Coritiba passava sufoco principalmente no meio de campo. O Leão da Estradinha se destacou na primeira etapa, tendo maiores chances de gol e mostrando que mesmo na atual situação no campeonato, não se deixaria abater.

Outro Coritiba em campo resulta em gols

Já no primeiro minuto de jogo, o Coritiba tem duas jogadas ofensivas. Bola cruzada na área por Iago Dias, Léo Santos cabeceou e a defesa do Rio Branco desviou para escanteio. Depois disso, com a bola enviada para a área, o goleiro parnanguara subiu e tirou. No rebote, Iago bateu e o goleiro espalmou novamente.

Iago tentou ainda mais duas vezes, aos 3’, mas a defesa do Rio Branco mandou a bola para escanteio. O Coritiba tinha voltado a campo com outra postura, fazendo muito mais em três minutos do que em todo o primeiro tempo de jogo. O time se mostrou bem mais ativo em campo.

Essa nova postura resultou em gol. Aos 10’, após cobrança de falta de Tiago Real, a bola foi desviada de cabeça por Alan Santos direto para o ângulo direito do fundo do gol. Aos 13’ o Coxa balançou a rede maus uma vez. Em uma jogada pela direita, Kleber recebeu a bola e fez o passe para Rodrigo Ramos na área. O lateral direito passou para Léo Santos, que mandou um chute forte direto para balançar as redes.

Kleber Gladiador, atacante e artilheiro do Coritiba, mostrou que o dia não era dele. Aos 29’ Iago tomou a bola da defesa, invadiu a área e acionou o atacante no meio. Kleber perdeu um gol feito, com tudo aberto. Aos 37’, após um chute de longe de Rodrigo Ramos, o goleiro Dalton espalmou para o meio e Kleber perdeu outra vez com o gol aberto.

Alan Santos estava com sede de gol, e foi para cima por mais duas vezes. Aos 43’, o volante tentou o chute forte e manou por cima do gol. Já aos 44’, Alan Santos tentou novamente com chute forte, mas dessa vez rasteiro. A bola foi perigosa, mas o goleiro fez boa defesa.

Após tantas chances alviverde, um deslize trouxe o gol dos visitantes. Aos 46’, Minho chegou pelo lado esquerdo dominando a bola e tocando para Juninho completar para o gol, de fora da área. A bola ainda desviou na marcação e enganou o goleiro Wilson.

O placar terminou em 2×1 para os donos da casa, e o Coritiba conseguiu alcançar a vice liderança do campeonato. A próxima partida será quarta feira (29), às 22h, pela 11ª rodada do Campeonato. O Coritiba enfrentará o Londrina, fora de casa.

FICHA TÉCNICA

Coritiba 2 x 1 Rio Branco

CORITIBA (4-3-3): Wilson; Rodrigo Ramos, Walisson Maia, Márcio e William Matheus; Edinho (Tiago Real), Alan Santos e Anderson; Iago (Kady), Kleber e Neto Berola (Léo Santos)

Técnico: Pachequinho

RIO BRANCO (4-4-2): Dalton; Raul, Ramon, Leandro e Maringá; Tiago Pedra (Ruan), Camargo, Oberdan (Thiago Santos) e Rafael Tavares (Juninho); Minho e Eric

Técnico: Saulo de Freitas.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *