Radar da Bola

Rodrigo Pimpão dá a vitória ao Botafogo contra o Olímpia, no Estádio Nilton Santos

Rodrigo Pimpão comemora seu gol (Créditos: André Durão/Globoesporte.com)

O Botafogo venceu o primeiro jogo da terceira fase da Libertadores contra o Olímpia por 1×0. O gol foi ainda no primeiro tempo e foi uma pintura de Rodrigo Pimpão. Agora o Alvinegro tem a vantagem do empate e pode perder por um gol de diferença, no Defensores del Chaco, que se classifica para a fase de grupos. O jogo será na próxima quarta (22) às 21:45 (horário de Brasília).

O JOGO

Inflamado pela torcida, o Botafogo começou melhor, e apostando pelo lados, como também na dupla Montillo-Camilo, conseguiu pressionar o adversário no campo de defesa. Só que sem muita efetividade. Porém aos 13 minutos Montillo sentiu uma contusão e em seu lugar entrou João Paulo e o jogo mudou. O Olímpia passou a tomar conta das ações ofensivas. O Botafogo sentiu a saída do argentino e estava nervoso com a arbitragem, que só marcava faltas para o adversário. Mas o domínio paraguaio não foi convertido em gols e aos 36 minutos onas cobrou um lateral em direção a área, Roger não chegou, porém Rodrigo Pimpão estava lá para dar uma bicicleta e abrir o placar para o Glorioso. Azcona não pôde fazer nada. Dois minutos depois o Olímpia chegou com Benitez, mas Hélton Leite abafou a jogada.

Momento da bicicleta de Pimpão (Créditos: André Durão/Globoesporte.com)

No segundo tempo o time entrou com Guilherme no lugar de Bruno Silva, lesionado. O Alvinegro equilibrou o jogo, mas a primeira chance foi do Olímpia: Jonathan González recebeu um lançamento, mas acabou escorregando e perdeu grande chance de empatar, no primeiro lance da etapa final, aos cinco minutos. Aos 14 minutos, Roger pegou mal na bola e perdeu a chance de ampliar o placar, após uma grande bola enfiada por Pimpão. Aos 18 minutos, Hélton Leite apareceu bem, após uma trombada de Marcelo e João Paulo que deixou Benítez livre para marcar. Nos últimos minutos o Glorioso se fechou, levou a melhor em todas as bolas alçadas na área e segurou a vantagem.

Botafogo: Hélton Leite; Jonas, Marcelo, Émerson Silva e Victor Luís; Airton (Matheus Fernandes), Bruno Silva (Guilherme), Camilo e Montillo (João Paulo); Rodrigo Pimpão e Roger. Treinador: Jair Ventura.

Olímpia: Azcona; César Benítez (Rodi Ferreira), Pellerano, Cañete e Fernando Giménez; Riveros, Richard Ortiz, Fernández (Jonathan González) e Julián Benítez; Mouche (Roque Santa Cruz) e Brian Montenegro. Treinador: Pablo Repetto.

Cartões amarelos: Botafogo – Jonas e Airton. Olímpia – Fernando Giménez, Richard Ortiz e Mouche.
Cartões vermelhos: nenhum.

Local: Estádio Olímpico Nilton Santos, Rio de Janeiro/RJ

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *