Radar da Bola

Furacão consegue goleada de virada em cima da Chape

Com um segundo tempo repleto de gols, os visitantes saíram na frente. Mas a estreia no Brasileirão 2018 foi melhor para o Atlético-PR

O Furacão começou o Campeonato Brasileiro com o pé direito e garantindo a festa na Arena da Baixada. A vitória foi de virada e com direito a goleada, 5 a 1 sobre a Chapecoense.

Após uma primeira etapa repleta de tentativas e sem gols, a equipe catarinense foi responsável por tirar o placar do zero. Porém, o Rubro-Negro reagiu e marcou cinco vezes. O fim da primeira rodada é só amanhã, com mais dois jogos. Até agora o Furacão assumiu a liderança, graças ao número de gols marcados.

Atlético-PR vira partida e goleira Chapecoense em sua estreia no Brasileirão 2018

Placar zerado no primeiro tempo

Com a cabeça na Copa do Brasil, o técnico Fernando Diniz mudou todos os setores da equipe em campo. O Atlético-PR manteve uma maior posse de bola durante a primeira etapa de partida, além de criar as melhores chances de gol. Aos 12’, Carleto cobrou falta e mandou direto, cheia de efeito. Jandrei espalmou e a bola bateu em Ribamar antes de voltar para o goleiro do Verdão.

Os donos da casa tentavam a todo custo furar o bloqueio da Chape, que apresentava uma postura bastante defensiva. Aos 22’, após levantamento na área da Chape, Ribamar cabeceou fraco e a bola ficou solta. Pablo mandou fraco também e a bola foi pela linha de fundo.  Já aos 33’, Ribamar cruzou na marca penal e Nikão chegou chutando. Jandrei, graças ao reflexo, salvou a Chape de levar o primeiro gol. A única chance da Chapecoense foi aos 47’, quando Arthur fez jogada individual pela direita e cruzou rasteiro. Wellington Paulista finalizou e parou na defesa atleticana que conseguiu evitar o gol.

Atlético consegue sair da desvantagem e alcançar a goleada

A segunda etapa da partida ficou reserva para os gols. Logo aos 2’ a Chapecoense conseguiu abrir o placar. Canteros cobrou a falta na área, Wellington Paulista, livre de marcação, antecipou o goleiro e cabeceou para o gol.

Apesar do gol sofrido, o Furacão não se intimidu e continuou partindo para o ataque. A insistência resultou no empate. Aos 6’, Carleto levantou a bola na área, Pablo antecipou a marcação e cabeceou de maneira categórica. A bola foi na gaveta de Jandrei. Já aos 13’, a bola ficou solta na entrada da área. Nikão arrematou e balançou as redes de Jandrei, colocando o Atlético na frente do marcador.

Os donos da casa não deram oportunidades de reação para a Chape, ampliando a partida para sacramentar a vitória. Aos 22’, em lance de bola parada, Carleto cobrou com categoria e contou com a abertura da barreira. A bola encontrou o cantinho da meta do goleiro Jandrei.

Aos 33’, a Chape até tentou marcar. Canteros cobrou fechado e Santos evitou o gol olímpico. Os minutos finais da partida foram suficientes para a vitória dos donos da casa se transformar em goleada. Aos 42’, Jonathan cruzou na área, Matheus Rosseto tirou da marcação com domínio no peito e chutou para o fundo das redes. Já no último lance da partida, aos 47’, Éderson aproveitou o contra-ataque, apareceu na frente do gol e tocou na saída de Jandrei.

O Atlético-PR retorna a campo na próxima quinta-feira (19) contra o São Paulo, em partida válida pela Copa do Brasil, às 19h15, no Morumbi. O Furacão joga pelo empate para avançar à quarta fase do campeonato. Já na próxima rodada do Brasileirão os paranaenses encaram o Grêmio, em Porto Alegre, no domingo (22), às 19h. A Chapecoense se recupera durante a semana e encara o Vasco também no domingo, às 16h, na Arena Condá.

FICHA TÉCNICA

Atlético-PR 5 x 1 Chapecoense

ATLÉTICO-PR (3-5-2): santos; Esteban Pavez, José Ivaldo e Bruno Guimarães; Jonathan, Matheus Rossetto, Camacho (Deivid) e Thiago Carleto; Nikão (Raphael Veiga), Pablo e Lucas Ribamar (Éderson)

Técnico: Fernando Diniz.

CHAPECOENSE (4-3-3): Jandrei; Apodi (Eduardo), Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Canteros, Amaral, Márcio Araújo (Guilherme) e Vinícius (Nadson); Arthur Caike e Wellington Paulista

Técnico: Gilson Kleina.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *