Radar da Bola

Chapecoense e Vasco ficam no empate

Equipe catarinense não consegue segurar a vantagem no placar e vê time carioca crescer e empatar a partida no segundo tempo

Todas as apostas estavam do lado do Verdão: o jogo era na Arena Condá, diante da sua torcida e enfrentava um adversário que amargava uma derrota na Libertadores. Porém a Chape não conseguiu alcançar a vitória neste domingo, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Chapecoense e Vasco ficam no 1×1 neste domingo (22)

A equipe catarinense até saiu na frente, com gol de Wellinton Paulista, mas deixou o Vasco gostar do jogo e conseguir o empate no segundo tempo, com Ríos. Com o empate de 1×1, o Vasco soma quatro pontos, enquanto a Chape fica apenas com um ponto, já que ainda não teve vitórias no Brasileirão.

Domínio dos donos da casa no primeiro tempo

A primeira etapa da partida foi inteira da Chape, que levou pressão ao adversário. A equipe conseguiu explorar bem as jogadas com os laterais. Primeiro foi com Apodi, aos 8’. Na direita, ele cruzou para Arthur Caike, que cabeceou por cima do gol.

Pelo outro lado do campo a jogada teve mais sorte, e acabou no fundo do gol. Aos 18’, Vinícius Freitas fez boa jogada pela esquerda, cruzou certeiro Wellington Paulista cabecear para baixo, como manda o manual. A marcação deu mole e o goleiro Martín Silva não teve chance alguma de defender.

Aos 24’ o atacante quase conseguiu marcar o segundo, depois de um chute de fora da área, que passou pouco acima do travessão e assustou o goleiro vascaíno. O Vasco, mesmo lentamente, começou a tentar chegar mais. Buscava as pontas, mas não conseguia espaço para o cruzamento. Isso só dava mais sede de gol para a Chape. Aos 29’, depois de escanteio, a bola sobrou na área para Luiz Antonio. A bomba explodiu na defesa.

Reação vascaína e partida empatada

A Chapecoense caiu de produção na segunda etapa da partida e viu aparecer um Vasco com mais iniciativas de ataque e tendo mais finalizações. Aos 2’, Pikachu arriscou de fora da área, mas a bola apenas passou por cima do gol. Já aos 7’ Rildo teve excelente chance, estava na cara do gol, mas errou a cabeçada e acabou acertando a bola com o ombro.

Mas a insistência do Vasco surtiu efeito. Aos 9’, Thiago Galhardo recebeu pela direita e cruzou rasteira para Ríos, que dominou e ainda driblou Jandrei antes de bater e mandar para o fundo do gol. Aos 16’, Wagner tentou o chute de muito longe, a bola explodiu na zaga e ficou com Jandrei.

O Vasco continuou pressionando a Chape com a marcação no campo de ataque, mas eram poucas as chances de gol na partida. Aos 29’, Wagner recebeu na frente, puxou para o meio e bateu bem, mas a bola desviou na zaga antes de ir para fora. Já aos 32’, Ríos deixou Evander na cara do gol, mas ele furou e não aproveitou para marcar o gol da virada.

O técnico Gilson Kleina começou a mudar a equipe em campo, tentando de todas as formas buscar o gol da vitória. Aos 39’, Vinícius chutou, Martín Silva deu rebote, Werley deu mole e Arthur antecipou para rolar para Canteros bater de canhota, mas a bola foi para fora. Não teve mais jeito: a partida terminou empatada, com um gol para cada lado.

A próxima partida da Chape é contra o Palmeiras, em São Paulo, no próximo domingo (29), às 16h. Já o Vasco encara o América-MG, em São Januário, só no dia 5 de maio. Antes, na quinta (26), recebe o Racing em jogo válido pela primeira fase da Libertadores.

FICHA TÉCNICA

Chapecoense 1 x 1 Vasco

CHAPECOENSE (4-3-3): Jandrei; Apodi, Rafael Thyere, Douglas e Vinícius Freitas; Amaral, Elicarlos, Luiz Antônio (Nadson depois Leandro Pereira) e Canteros; Arthur Caike e Wellington Paulista (Vinícius)

Técnico: Gilson Kleina.

VASCO (4-5-1): Martín Silva; Rafael Galhardo (Thiago Galhardo), Paulão, Werley e Henrique; Leandro Desábato, Wellington (Evander), Yago Pikachu e Wagner; Rildo (Riascos) e Andres Rios

Técnico: Zé Ricardo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *