Radar da Bola

Obrigado, Cicinho!

Lateral campeão mundial pelo São Paulo anunciou sua aposentadoria dos gramados.

(Cicinho comemorando o título mundial do São Paulo em 2005 / Imagem: blogs.correiobraziliense.com.br)

Cícero João de Cézare – ou mais conhecido como Cicinho – anunciou hoje sua aposentadoria do futebol. O ex lateral-direito é ídolo do São Paulo Futebol Clube, e na manhã desta terça-feira fez o anúncio no lugar em que te deu tantas alegrias: o Estádio do Morumbi. Revelado pela equipe do Botafogo-SP no ano de 1999, Cicinho foi negociado com o Atlético-MG, e logo após emprestado para o Botafogo-RJ. Retornou para o Galo, mas por problemas internos saiu da equipe de BH. Em 2004 foi para o São Paulo Futebol Clube. Lá, viveu os momentos mais felizes de sua vida. Campeão Paulista, Libertadores e Mundial pelo São Paulo em 2005, Cicinho virou ídolo da torcida, ainda mais pelos golaços que fez contra a equipe do Palmeiras na Libertadores de 2005. Pelo futebol grandioso que apresentava assinou com o Real Madrid em 2006, e disputou a Copa do Mundo da Alemanha no mesmo ano.
Tendo um sucesso tão repentino, Cicinho não conseguiu manter no Real Madrid o mesmo nível de atuação de quando atuava na equipe do Morumbi. Devido a chegada de um novo técnico no clube merengue e por algumas lesões, o ex lateral foi comprado pela equipe da Roma-IT, em 2007.  Na Itália, Cicinho ficou até 2010 quando foi emprestado para o São Paulo. Chegando com o clube do Morumbi até a semifinal da Libertadores daquele ano, o ex lateral teve que voltar de empréstimo para a Roma.
No começo de 2011, Cicinho foi novamente emprestado, mas desta vez para o Villarreal-ESP. Após um ano na Espanha, Cicinho voltou para a Roma. Em 2012, o ex lateral foi contratado pelo Sport Clube Recife para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B daquele ano. Após quase um ano defendendo as cores do Sport, Cicinho não acertou sua renovação de contrato com o clube Pernambucano. Após sua saída do Sport assinou contrato com o Sivasspor, da Turquia. Seu técnico era Roberto Carlos – os dois atuaram juntos pelo Real Madrid e Seleção Brasileira. Jogando muito bem na Turquia, o ex lateral ficou até o final de 2017, quando, aos 37 anos, anunciou sua saída da Turquia e sua chegada ao Brasiliense. Novamente sofrendo com lesões, Cicinho chegou a um acordo com o clube de Brasília e anunciou seu desligamento.

(Foto: Rummens)

Na última sexta-feira, a equipe do São Paulo soltou um vídeo suspenso nas redes sociais anunciando um pronunciamento de Cicinho para esta terça (06). Após sua chegada no Morumbi para a coletiva, o ex lateral campeão do mundo pelo São Paulo anunciou sua aposentadoria dos gramados.
Cicinho nunca escondeu de ninguém o seu problema com alcoolismo. Sendo jovem e tendo um sucesso tão rápido se perdeu em um mundo de baladas e bebidas, fazendo com que não atingisse um patamar de jogador mundial como todos nós esperávamos. O que fica agora são as boas lembranças que Cicinho deixou, principalmente, para a torcida do São Paulo.
Títulos da carreira de Cicinho:
Copa das Confederações de 2005 (Seleção Brasileira); Campeonato Paulista, Copa Libertadores da América e Mundial de Clubes da Fifa de 2005 (São Paulo Futebol Clube); Campeonato Espanhol 2006-2007 (Real Madrid); Copa da Itália e Supercopa da Itália 2007-2008 pela Roma.

Renann Basilio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *