Radar da Bola

Formato do Campeonato Potiguar precisa ser repensado

O Campeonato Potiguar de 2018 foi o mais fraco em relação as edições passadas. Neste ano o estadual foi disputado no formato de pontos corridos, com uma possível final entre os times que mais pontuarem na Copa Cidade do Natal (1º turno) e Copa Rio Grande do Norte (2º). Em caso de um mesmo time ser o melhor pontuador dos dois turnos, se tornava campeão direto.

Foi o que aconteceu neste domingo (18), o ABC-RN nem precisou entrar em campo para conquistar o tricampeonato potiguar. O Alvinegro garantiu o título por não poder ser mais alcançado pelo América-RN na classificação que foi derrotado pelo Santa Cruz de Natal por 2 a 1.

Com o tropeço do rival, ABC levanta a Taça do Estadual. Foto: Andrei Torres / ABC F.C.

Com o tropeço do rival, ABC levanta a Taça do Estadual. Foto: Andrei Torres / ABC F.C.

Esse formato não favorece aos clubes pequenos e nem aos torcedores, que cada vez mais deixam de comparecer aos estádios. Apesar que esse ano a competição foi mais curta, devido a Copa do Mundo, deveria ter um sistema mais competitivo entre os clubes.

Uma fórmula que poderia ser feito era uma disputa em um turno com jogos de ida e volta, com as quatro melhores equipes jogando a fase de mata-mata disputada em apenas um jogo, com o time que tiver a melhor campanha atuando como mandante.

MUDANÇA DO REGULAMENTO SOBRE O REBAIXAMENTO

Um fato curioso chamou a atenção de muitos foi o regulamento proposto pela Federação sobre o rebaixamento. O Baraúnas que já foi campeão estadual em 2006 e chegou às quartas de final da Copa do Brasil em 2007, eliminando o Vasco dentro de São Januário, foi rebaixado à segunda divisão, mas poderá disputar ainda neste ano, o torneio que será realizado no segundo semestre. Caso consiga ser campeão, o Leão do do Oeste retorna à elite em 2019, sem ficar um ano sequer fora da competição, que isso seria bizarro.

A federação precisa rever um modelo para deixar a competição mais atrativa, tendo a volta de jogos emocionantes e bem disputados, como aconteciam em tempos passados.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *