Radar da Bola

Golaço de Arrascaeta da a vitória ao Cruzeiro e quebra jejum do Uruguaio

 Foto: Vinnicius Silva/ Portre Imagens

Por Ivan Duarte

O golaço marcado pelo uruguaio De Arrascaeta no clássico contra América-MG, no último domingo, (4), não só deu a vitória a equipe celeste como repercutiu em todo país. O voleio antológico que o meio campista acertou também quebrou um jejum de dois meses sem marcar. O último gol havia sido contra o Botafogo, no Engenhão, no dia 4 de dezembro de 2017.

E essa quebra de jejum foi em grande estilo, com uma assistência na medida do lateral direito Edilson, o camisa dez da raposa acertou um voleio, que para a torcida cruzeirense e parte da mídia uruguaia, é digno de indicação ao prêmio Puskás, realizado pela Fifa que elege o gol mais bonito do ano.

O craque uruguaio é marcado por fazer belos gols. Principalmente em clássicos, como em 2015, contra o Atlético-MG. Nessa oportunidade ele aplicou uma caneta no seu marcador e bateu sem chances para o goleiro Victor.Arrascaeta Aumentou seu repertório de golaços, mas dessa vez contra o rival alvi verde. Em entrevista coletiva, revelou que o gol que deu a vitória contra o América foi realmente muito bonito. 

Foi o mais bonito da minha carreira”, revelou.

Os dois meses sem marcar rendeu ao gringo cobranças do técnico Mano Menezes, segundo o comandante da raposa faltava um gol do uruguaio, para quebrar o jejum. “O Mano falou antes do jogo que estava na hora de eu fazer um gol. Fiz um que foi anulado (contra o Tupi, na estreia do Campeonato Mineiro). Mas nunca perdi a Calma e o gol ia chegar naturalmente”, destacou.

Ao final da partida contra o América o técnico comentou em entrevista coletiva que havia pedido um “golzinho” e o gringo acabou marcando um golaço.

O gol no clássico foi o 36º de Arrascaeta com a camisa do Cruzeiro, se igualando ao argentino Montillo, na 3ª posição de artilheiro estrangeiro do clube. Ficando atrás apenas de Fernando Carazzo, que tem 44 tentos e o boliviano Marcelo Moreno que anotou 45.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *