Radar da Bola

Palmeiras falha novamente e cai diante do Vitória

Palmeiras e Vitória se enfrentaram nesta quarta-feira a noite pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro no Estádio Barradão, em Salvador (BA), e o time da casa levou a melhor: 3 a 1 foi o placar final.

Os problemas na marcação do Verdão voltaram a prejudicar a equipe ontem, com erros individuais na zaga e falhas na cobertura das laterais. Com o resultado, a equipe palmeirense praticamente se despede da busca pelo título, já que o líder Corinthians abriu 11 pontos de vantagem (o Timão venceu a partida contra o Atlético Paranaense em jogo disputado ontem, e conquistou mais 3 pontos no campeonato). O resultado foi ainda melhor para o Vitória, que deixou a zona de rebaixamento e conquistou o 16º lugar.

O Palmeiras já está há três rodadas sem vencer (empatou com o Cruzeiro e foi derrotado pelo Corinthians) e se encontra mais uma vez pressionado por concorrentes na briga pela 4ª posição do Brasileirão. Com 54 pontos e em quarto lugar, a equipe alviverde vê o Botafogo, atualmente em quinto lugar, se aproximar. São apenas três pontos a menos na tabela.

Diante de um adversário que explora bem as laterais, o Verdão mais uma vez mostrou suas fragilidades nesse setor. O primeiro gol do Vitória saiu apenas aos 6 minutos de jogo, após duas finalizações pelo lado esquerdo. Menos de 10 minutos depois, novamente outra falha palmeirense, desta vez no meio da zaga. Juninho se antecipou e permitiu que o colombiano Tréllez avançasse sozinho para o gol. Fernando Prass não conseguiu salvar. O centroavante, aliás, foi um dos destaques da partida diante da vulnerabilidade da defesa adversária.

A desvantagem de dois gols, mesmo cenário do clássico de domingo, estava se repetindo para o Palmeiras. Mas o resultado mudaria logo em seguida: Keno, uma das principais opções defensivas da equipe, fez boa jogada de linha de fundo e tocou para Dudu diminuir aos 19 minutos da primeira etapa.

Com o placar mais equilibrado, o time paulista conseguiu pressionar o rival e se aproximou do empate. Porém, em um contra-ataque, o Vitória novamente ampliou o placar. Após lançamento pela direita, Mayke perdeu a bola para Fellipe Souto, que sobrou para Yago fazer o seu segundo gol na partida.

O Palmeiras manteve a maior posse bola no segundo tempo, mas não foi eficiente na conversão de gols. Assim como o clássico de domingo, faltou criatividade e eficiência. Além disso, as ausências de Willian (lesionado), Miguel Borja (seleção colombiana) e Deyverson (suspenso pela expulsão contra o Corinthians) foram sentidas.

O técnico Alberto Valentim ainda escalou Guerra no lugar de Keno no segundo tempo. No final da partida, o meia finalizou dentro da área e marcou o segundo gol da equipe palmeirense, mas o árbitro invalidou o lance. Incorretamente.

As duas equipes terão pouco tempo para realizar mudanças para os próximos confrontos. O Vitória visitará o Grêmio domingo, às 17h, no Rio Grande do Sul, enquanto o Palmeiras tem confronto direto com o Flamengo, no mesmo dia e horário, no Allianz Parque.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *