Radar da Bola

OPINIÃO: Somente o necessário, nada mais

Alô, nação tricolor.

O São Paulo foi ao Serra Dourada, nesta noite quente de sábado (4), encarar o Atlético Goianiense e fez somente o necessário pra vencer.

Sabe aquele gol salvador que aparece e vira festa? Foi exatamente isso. Ou você pode usar aquela assim: Se não fosse o Hernanes, em….

Pois é, os mais 17mil pagantes viram um jogo sonolento, sem muita criatividade e um mísero “golzinho” de Hernanes,  com assistência de Pratto. Que diga-se de passagem, voltou a ganhar confiança e contribuir para o resultado.

Os tricolores puderam soltar o grito da garganta aos 21 minutos do primeiro tempo. Após belo passe de Perros, Pratto apareceu aberto na ponta direita e cruzou para o Profeta, que de peito, meio no improviso, fez a alegria da maioria.

Logo depois do gol, o time de Dorival Jr reduziu o ritmo e deixou o jogo mais difícil de assistir. O Atlético mostrou porque estava sendo rebaixado. Não aproveitava as poucas chances que lhe apreciam.

SEGUNDO TEMPO

Na parte final da partida, logo no primeiro lance de jogo, o Tricolor quase aumentou a vantagem com Hernanes.

O jogo murchou, ainda mais, a torcida deu uma diminuída na cantoria e o Dragão cresceu, mas não o suficiente para emplacar o gol de empate. Faltava a famosa qualidade.

Quase no final do jogo, Pratto recebeu um lançamento excepcional do Profeta e se não fosse o desvio da zaga, teria guardado e mitado no Cartola.

Com a vitória na 32a rodada, o time de Dorival chega a 43 pontos, praticamente elimina as chances de rebaixamento, chega a três vitórias seguidas pela primeira vez e pode sim, sonhar com libertadores. Por que não? Num campeonato maluco como esse, tudo é válido.

O próximo compromisso da esquadra paulista é contra a Chapecoense, no Pacaembu, quinta-feira (9) às 20h.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO: Marcos; Marcão Silva, William Alves, Gilvan e Breno Lopes; André Castro e Paulinho; Andrigo (Niltinho), Igor (Diego Rosa) e Luiz Fernando; Walter (Alison)
Técnico: João Paulo Sanches

SÃO PAULO: Sidão; Araruna (Aderllan), Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei; Marcos Guilherme, Petros, Hernanes e Cueva (Shaylon); Lucas Pratto (Gilberto)
Técnico: Dorival Júnior

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *