Radar da Bola

Em mais uma má atuação, Cruzeiro é derrotado pelo Flamengo

Time mineiro não se encontrou dentro de campo, jogou mal durante toda a partida e volta pra casa com um resultado negativo

Flamengo e Cruzeiro se enfrentaram na Arena do Urubu, nesta quarta às 22:00. O fraco futebol que os dois times tem praticado ao longo do ano, acabou se refletindo neste jogo. Foi uma partida sem emoções, sem equilíbrio, onde as duas equipes mostraram estar bem aquém das expectativas de suas respectivas torcidas.
Jogando para pouco mais de 7 mil torcedores, as duas equipes entraram em campo com uma certa preguiça. O time do técnico Mano Menezes, novamente entrou em campo visando mais defender, do que atacar. Errando passes, posicionamento e sem armação de qualidade no meio-campo, o Cruzeiro conseguiu passar todo o 1° tempo sem conseguir ameaçar o gol adversário. Já o Flamengo, mesmo jogando em casa, também não conseguia exercer pressão em cima de seu adversário. Foi um time com pouco brilho e pouca intensidade. As chances de gol criadas pelo time da casa no 1° tempo, foram pouco empolgantes, sem assustar o goleiro Fábio. O Flamengo tinha posse de bola, tentava trocar passes e criar boas oportunidades, mas não conseguia empolgar! Apesar do baixo nível técnico da partida, o Flamengo acabou abrindo o placar: Aos 39 minutos da etapa inicial, após um lançamento do meio-campo, o jovem Felipe Vizeu apenas ajeitou para Everton, que de dentro da área e sem ângulo, conseguiu acertar o canto direito do goleiro Fábio, com a bola ainda pegando na trave e morrendo no fundo das redes.

Após o intervalo, o jogo seguiu com nível técnico baixo. O Cruzeiro procurava um pouco mais o ataque, mas continuava sem ameaçar seu adversário. O time celeste não criava oportunidades de gol, não tinha agressividade no ataque e não conseguia trocar passes de qualidade. Enquanto isso, o Flamengo passou a levar a partida de uma forma mais tranquila. Apenas administrava o resultado, sem se expor e sem deixar o Cruzeiro conseguir algo.
O técnico Mano Menezes até fez algumas alterações, colocando o contestado Rafael Sóbis no Lugar do inefetivo Rafael Marques e o criticado Elber, no lugar do criticado Alisson. O Resultado disso, foi que o Cruzeiro continuou sem brilho, sem efetividade, sem criatividade.

Se expondo mais, com uma posse de bola improdutiva, o Cruzeiro acabou levando o castigo no fim do jogo! Após perder a bola no ataque, o time celeste sofreu um contra-ataque mortal do Flamengo, onde o jovem Vinícius Júnior saiu de frente para o goleiro Fábio e não perdôou. O Flamengo fazia 2×0 e resolvia o jogo a seu favor.

Com o resultado, o Cruzeiro segue com 51 pontos, sem chances de título brasileiro, sem riscos de rebaixamento e já espera o fim do ano de 2017, para colocar em prática os planos da nova diretoria. Entre renovações, dívidas e possíveis saídas de jogadores, o ano de 2017 acaba com um título de Copa do Brasil, uma Libertadores a disputar em 2018 e uma nova esperança de título para os 8 milhões de torcedores celestes.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *