Radar da Bola

Após pressão da torcida, Palmeiras domina Flamengo e garante a vitória

Depois de três rodadas sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras finalmente conseguiu convencer e conquistou três importantes pontos na reta final da competição.

Após empatar com o Cruzeiro em casa, e perder como visitante para Corinthians e Vitória, a equipe alviverde derrotou o Flamengo por 2 a 0 neste domingo, em pleno Allianz Parque, e alcançou o 3º lugar na tabela (mas ainda pode ser superado pelo Santos, que enfrenta a Chapecoense nesta segunda-feira, às 20h na Arena Condá, e ocupa o 4º lugar com 56 pontos). O Palmeiras conquistou 57 pontos até aqui.

Antes de a bola rolar, o time paulista enfrentou um protesto de torcedores em frente a sua Academia de Futebol. Centenas de membros das torcidas organizadas proferiram diversas críticas a jogadores e membros da diretoria. Egídio, Juninho, Luan, Michel Bastos e Bruno Henrique foram os mais reprovados, assim como o técnico Alberto Valentim, o diretor Alexandre Mattos e o presidente do time, Maurício Galiotte.

Mas mesmo após o protesto, o Palmeiras não deixou que o clima ruim se refletisse em campo. A equipe se impôs desde o início do jogo, dominou o Flamengo com tranquilidade, e aos 13 minutos da etapa inicial já abriu o placar, trazendo confiança ao time. Deyverson, um dos jogadores mais criticados pela torcida, aproveitou belo lançamento de Moisés e marcou o seu primeiro gol na partida.

Jogando com segurança e paciência, a equipe alviverde controlou o duelo e ainda viu a vantagem ampliar ainda mais: o mesmo Deyverson aos 36 minutos aproveitou rebote em chute de Keno e marcou o seu segundo gol na partida: 2 a 0 para o Palmeiras.

Embora o time da casa tenha jogado muito bem, a derrota do Flamengo também ocorreu devido seus próprios erros. A equipe carioca cometeu diversas falhas no sistema defensivo, principalmente o zagueiro Rafael Vaz. No primeiro gol da partida, o atleta foi lento na cobertura e Deyverson aproveitou. No segundo, nova falha da zaga e mais um gol da equipe alviverde.

Outro nome da partida foi Felipe Melo. Em pichações feitas nas bilheterias da arena palmeirense, os torcedores exigiram a escalação do jogador na equipe titular. O técnico Valentim atendeu, e a torcida presente no estádio aplaudiu: o camisa 30 foi o mais ovacionado no jogo.

Mesmo muito criticado depois das duas derrotas consecutivas, Alberto Valentim manteve seu esquema de linha alta de marcação, porém, realizou um pequeno ajuste: com a presença de Luan, os laterais e zagueiros se posicionaram mais próximos do gol de Fernando Prass. A formação compacta também causou dificuldades para a movimentação de bola no meio-campo para o Flamengo, ainda mais depois da entrada de Thiago Santos no lugar de Felipe Melo.

O resultado final do jogo deu um pouco mais de tranquilidade para o Palmeiras, que busca se fixar de vez no G4, enquanto a equipe carioca passa a ficar pressionado. Na sétima posição, Vasco e São Paulo são ameaças para o time rubro-negro na disputa direta pela última vaga à fase de qualificação da Copa Libertadores.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Palmeiras irá enfrentar o Sport na quinta-feira às 20h, no Allianz Parque Sport, enquanto o Flamengo visitará na mesma data, mas às 21h, o Coritiba, no estádio Couto Pereira.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *