Radar da Bola

Apesar da pressão, Itália não consegue marcar e está fora da Copa de 2018

A partida ainda teve duas penalidades contestadas pela Suécia e uma pelos italianos.

Itália x Suécia se enfrentaram na noite desta segunda-feira (13) no Giuseppe Meazza em Milão, para decidir qual das duas seleções conquistaria uma vaga à Copa do Mundo do ano que vem na Rússia.

Com a vantagem do empate, os suecos jogaram fechadinhos, esperando a chance de emplacar um contra ataque. Precisando de pelo menos um gol para levar a decisão para os tiros livres da marca do pênalti. No entanto, quem ameaçou primeiro foi os visitantes, aos 12 após uma bola levantada na área, o atacante Berg, tentou a jogada e a bola tocou na mão de Darmian, mas o juiz mandou o lance seguir. Ao 15 Immobile recebeu uma enfiada de bola do brasileiro naturalizado italiano, Jorginho, mas o centroavante da Lazio bateu para fora. Aos 22 veio o lance mais perigoso da primeira etapa, após boa jogada pela esquerda, Florenzi cruzou rasteiro, Olssen não cortou e a bola cruzou toda a área até encontrar Candreva, que bateu com muita força, mas a bola foi  por cima da meta sueca. Aos 25, os suecos voltaram a reclamar de pênalti, Forsberg tentou o passe dentro da área e a bola bateu novamente na mão do zagueiro italiano, dessa vez o envolvido foi Bem, e o juiz mandou novamente o.jogo seguir.

72. 696 torcedores estiveram no Guiseppe Meazza para acompanhar a partida. (Foto: Goleada info)

Após as duas penalidades contestadas pela Suécia, os visitantes conseguiram esfriar a partida e segurar o ímpeto italiano, que só voltou a ameaçar aos 39, quando Immobile teve uma grande oportunidade. Novamente na dobradinha com Jorginho, o  centroavante recebeu lançamento e bateu na saída de Olssen, que conseguiu abafar o adversário e tirar a força da bola, que ainda foi na direção do gol mas à tempo da zaga sueca chegar e afastar o perigo. A pressão italiana continuou e Florenzi teve outra oportunidade de abrir o placar. O meio campista da Roma fez bela jogada pela esquerda, tocando entre as pernas do zagueiro, e sem ângulo tentou a finalização, mas Olssen, ligado no lance, fez a defesa.

Com o final do primeiro tempo, os números da estatística do jogo traduzia o quão grande foi a pressão italiana, marcando 8 finalizações, contra 1 dos visitantes, fora as duas penalidades contestadas pelos visitantes.

Na volta do intervalo os italianos mantiveram a pressão e Parolo quase abriu o placar. O meio campista bateu de esquerda da entrada da grande área, mas a bola foi a esquerda do gol de Olssen.

Embora tivesse mais domínio territorial, o nervosismo já tomava conta dos italianos que não conseguiam levar perigo ao gol de Olssen. Aos 34 quando já se ouvia o grito da torcida sueca no Giuseppe Meazza, a Suécia quase marcou. Berg aproveitou uma sobra da zaga italiana e bateu de virada, mas pegou muito embaixo da bola e jogou por cima do gol. O lance parece ter despertado os italianos, que voltaram assustar no minuto seguinte, quando Bernardeschi levantou na área e Parolo desviou de cabeça, da marca do pênalti, obrigando a Olssen fazer outra boa defesa.

Aos 40, o goleiro sueco voltou a salvar. Immobile escorou de cabeça para trás, para a batida de primeira de El Shaarawy, mas novamente Olssen fez a defesa.

Johansson marcou no jogo de ida e garantiu a classificação sueca para a Copa da Rússia. (Foto: Linha de passe)

A Itália ganhou ainda mais 5 minutos de acréscimo para tentar o gol, que quase veio aos 48, quando Jorginho pegou a sobra da zaga e chutou de primeira, de fora da área, mas a bola foi à direita do gol de Olssen. A Itália ainda teve mais um escanteio a seu favor, mas não consegui o gol.

Final de jogo em Milão, Itália 0 x 0 Suécia, eliminado os Italianos da Copa do Mundo de 2018 na Rússia, sendo a Itália a única seleção já campeã mundial há não ir para a Rússia.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *