Radar da Bola

Tchau Z4! Coxa faz festa na Ilha do Retiro

Em noite inspiradora do goleiro Wilson, com direito a defesa de dois pênaltis e contando com a lei do ex, a equipe paranaense venceu o Sport, em Recife

Uma partida para ficar marcada na memória dos torcedores coxa-branca! Assim podemos definir o duelo entre Sport e Coritiba, que contou com atuação exemplar do goleiro Wilson, sete gols e a vitória alcançada aos 45’ do segundo tempo.

Festa alviverde na casa do Leão!

Demonstrando garra e força até o fim, o Coxa derrotou o Sport por 4 a 3, neste domingo (29), na Ilha do Retiro, em jogo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Graças a esse resultado, a equipe paranaense consegue alcançar 35 pontos, deixando momentaneamente a zona de rebaixamento. O Leão também soma 35 pontos, ficando na 15ª colocação.

Defesa de pênalti e disputa acirrada no placar

Um jogo eletrizante e que explica o motivo do brasileiro amar o futebol. Com uma postura totalmente ofensiva, o Coritiba foi para cima dos donos da casa desde o princípio, e conseguiu abrir o placar com 5’ de jogo. Werley desviou a bola de cabeça após cobrança de escanteio de Thiago Carleto. Logo em seguida o Coxa quase ampliou. Aos 9’, em mais um cruzamento de Carleto, Henrique Almeida e Cleber Reis tentaram acertar o gol do adversário, mas pararam em duas ótimas defesas do goleiro Magrão.

As tentativas frustradas pareceram ter brecado a equipe paranaense, que deixou o Sport comandar a partida. Então Wilson chamou a responsabilidade para si e teve o papel de salvar o Coxa. Na melhor chance do Leão, aos 23’, em pênalti (duvidoso) cometido por Rildo em Samuel Xavier, o goleiro alviverde foi direto no canto esquerdo para defender a cobrança de Diego Souza.

A comemoração só não foi completa porque na sequência, aos 28’, Samuel Xavier cobrou escanteio na área e Diego Souza subiu sozinho para cabecear direto para o fundo das redes alviverde, deixando tudo igual na Ilha do Retiro.

Sofrendo pressão após o empate, o Coritiba conseguiu alcançar seu segundo gol, mostrando o quanto a lei do ex dói. Aos 39’, a bola sobrou após cruzamento na área. Ronaldo Alves até tentou afastar, mas a bola bateu em Henrique Almeida e parou no fundo das redes. Vale lembrar que o atacante já teve uma passagem pelo Sport em 2012. Mas nada estava ganho! Aos 41’, Rogério cruzou a bola para a área e André finalizou de primeira, levando o empate para o segundo tempo.

Sport consegue virar, Wilson salva mais um e Coxa vira no fim

A segunda etapa da partida começou menos movimentada, mas de pura emoção do começo ao fim. Para a tristeza e preocupação dos alviverdes, o Sport alcançou a virada. Aos 16’, Osvaldo cruzou da direita para o meio, a bola encontrou Diego Souza na área, que aproveitou para cabecear para o fundo das redes e virar o marcador.

A sorte estava para o lado dos donos da casa, que tinham mais uma chance de matar de vez o duelo. Aos 27’, em bobeira de Léo na saída de bola, Werley cometeu pênalti em cima de André. Porém a noite era dele: Wilson! Em mais uma cobrança de Diego Souza, o goleiro alviverde fez mais uma grande defesa.

O goleiro garantiu a glória lá atrás, e o time fez sua parte lá na frente. Aos 32’, Thiago Carleto soltou uma bomba em cobrança de falta, o goleiro Magrão se perdeu e Jonas completou a jogada, mandando a bola para o fundo das redes e deixando tudo igual de novo.

Mas a partida era para ser histórica! Aos 45’, em lançamento da direita, Keirrison dominou no peito e acionou Yan Sasse. Recém-chegado em campo, Yan bateu no canto esquerdo do goleiro Magrão e decretou a vitória de virada: 4 a 3. O Coxa saiu da zona de rebaixamento e mostrou que faz valer seu hino: “Coxa, Coxa, é garra, é força, é tradição”.

No próximo sábado (4/11), às 21h, o Coxa enfrenta o Avaí, em casa, pelo Brasileirão. Já o Sport entra em campo na próxima quinta-feira (1º/11), contra o Junior Barranquilla, na Colômbia, em partida válida pela Copa Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA

Sport 3 x 4 Coritiba

SPORT (4-3-3): Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Henriquez e Mena; Patrick (Thomas), Rithely e Osvaldo (Anselmo); Diego Souza, Rogério (Reinaldo Lenis) e André

Técnico: Daniel Paulista.

CORITIBA (4-3-3): Wilson; Léo, Cleber Reis, Werley e Thiago Carleto; Jonas, Alan Santos (Yan Sasse) e Tiago Real; Iago Dias (Getterson), Rildo e Henrique Almeida (Keirrison)

Técnico: Marcelo Oliveira.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *