Radar da Bola

Uruguai vence Paraguai em Assunção e está perto da Copa

(Créditos: Mario Valdez/Reuters)

O Uruguai foi à Assunção encarar o Paraguai e foi um visitante indigesto. A Celeste Olímpica venceu os paraguaios por 2×1 e voltaram para Montevidéu com o três pontos. Gustavo Gómez (contra) e Valverde marcaram para o Uruguai, Ángel Romero descontou para o Paraguai. Com a vitória, o Uruguai assumiu a vice-liderança com 27 pontos e precisa de apenas uma vitória nos jogos restantes para grantir a presença na Rússia em 2018. Já o Paraguai se complicou e pode fora fora do Mundial. O Uruguai encara Venezuela fora de casa dia 5 de outubro às 18:00 (horário de Brasília) e Bolívia em casa no dia 10 de outubro às 20:00 (horário de Brasília). E o Paraguai tenta um milagre contra Colômbia fora de casa no dia 5 de outubro às 20:30 (horário de Brasília) e contra a Venezuela em casa às 20:30 (horário de Brasília).

O JOGO

O primeiro tempo foi bastante ruim e só teve quatro boas chances: a primeira aos três minutos quando Óscar Romero mergulhou para cabecear e Muslera defendeu, a segunda aos 23 minutos quando Cáceres cabeceia sobre o gol uruguaio, a terceira aos 26 minutos quando Cavani tenta e a bola tira tinta da trave esquerda de Anthony Silva e última aos 32 minutos quando Nández pegou um rebote e chutou por cima do gol. Mas na etapa final tudo mudou. O Paraguai teve cinco ótimas chances, só que como quem não faz, leva… O Uruguai abriu 2×0 em duas jogadas isoladas: na primeira, aos 30 minutos, Valverde chutou e contou com um desvio na defesa para marcar seu primeiro gol no primeiro jogo pela seleção uruguaia; na segunda, aos 34 minutos, Suárez chutou no travessão e a bola bateu em Gustavo Gómez no rebote e entrou. Aos 442 minutos, Ángel Romero se esticou para diminuir para os donos da casa, mas não conseguiu reverter a situação.

Paraguai: Anthony Silva; Jorge Moreira, Gustavo Gómez, Paulo da Silva e Júnior Alonso; Victor Cáceres (Richard Ortiz), Cristian Riveros (Cecilio Domínguez), óscar Romero, Almirón e Ángel Romero; Lucas Barrios (Salcedo). Treinador: Francisco Arce.

Uruguai: Muslera; Maxi Pereira, José Giménez, Godín e Martín Cáceres; Valverde, Vecino, Nahitan Nández (Carlos Sánchez) e Cristian Rodríguez (Stuani); Luiz Suárez (Arévalo Rios) e Cavani. Treinador: Óscar Tabárez.

Cartões amarelos: Paraguai – Gustavo Gómez, Paulo da Silva e Júnior Alonso. Uruguai – Nahitan Nández.
Cartões vermelhos nenhum.

Local: Estádio Defensores del Chaco, Asunción (Paraguai)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *