Radar da Bola

Sal grosso foi pouco: Coxa perde para Botafogo

Sob protestos da torcida, Coritiba deixa escapar vitória em casa e permanece na zona de rebaixamento do Campeonato

Funcionários do Coritiba jogam sal grosso pela arquibancada do Couto Pereira, a fim de espantar a má fase: mas não rolou

Nem o sal grosso jogado pelas arquibancadas do Couto Pereira deu jeito. Em partida de muitos altos e baixos dentro de campo, o Coxa perdeu mais uma vez, desta vez de virada para o Botafogo, por 3 a 1, na tarde deste domingo (24), pela 25ª rodada do Brasileirão 2017.

Com mais essa derrota para a conta, a equipe paranaense permanece com 27 pontos e pode acabar a rodada na penúltima colocação, além de contabilizar seis jogos consecutivos sem vitória no campeonato. Já o Botafogo garantiu lugar no G6, somando 40 pontos.

Coxa sofre mais um revés e soma seis jogos sem vencer

Coritiba desperdiça pênalti, mas abre placar

Precisou de menos de um minuto de partida para o Coritiba começar sua busca pela vitória. Carleto faz o primeiro cruzamento, mas a bola foi direto nas mãos do goleiro Gatito. Com um início de jogo sem muitas chances claras para ambos os lados, o Coritiba continuou tentando e foi o primeiro a assustar. Aos 15’, Rildo fez o cruzamento pela direita, Tiago Real tocou de cabeça e a bola passou com perigo ao lado do gol adversário.

As respostas do Botafogo foram mais claras em duas ocasiões. O Botafogo apertava a marcação e abusava das faltas no meio-campo. Aos 17’, em contra-ataque de quatro contra um do Botafogo, Roger recebeu de Arnaldo na entrada da área e chutou, mas a bola foi para fora. A segunda, já nos minutos finais, parou nas mãos do goleiro Wilson para a sorte de Thiago Carleto, que cabeceou contra o gol do próprio time.

Mas ele se redimiu, e foi o nome alviverde na primeira etapa. Aos 32’, Rildo cruzou e a bola bateu no braço de Rodrigo Lindoso, dentro da área. O árbitro, que estava em cima do lance, marcou o pênalti para o Coritiba. Thiago Carleto mandou no canto e o goleiro alvinegro defendeu. No lance seguinte, o camisa 88 se desculpou em grande estilo. Carleto cobrou falta pela esquerda, Werley subiu e mandou de cabeça. A bola bateu no chão e saiu do alcance do goleiro Gatito, abrindo o placar a favor dos donos da casa.

O Botafogo partiu para cima, decidido em acabar com a festa dos donos da casa. Aos 46’, após cruzamento, Roger tocou de cabeça, e o goleiro do Coxa faz duas defesas. Primeiro espalmou, e depois evitou que o próprio Roger pegasse o rebote.

Botafogo vira e Coritiba permanece no desespero

Segundo tempo começou travado, com as equipes trocando passes no meio-campo. Mas logo na primeira chegada, aos 11’, após cobrança de falta, Roger subiu no meio da área e mandou de cabeça para as redes, sem chances para o goleiro Wilson. O Botafogo empatou o jogo no Couto. A virada da equipe alvinegra veio pouco depois, aos 18’. Guilherme aproveitou o toque de Bruno Silva pela direita e, no meio da área, empurrou para o fundo do gol.

Depois de sofrer a virada, O Coxa só não teve um pesadelo maior graças ao goleiro Wilson, que defendeu duas vezes a chegada dos cariocas. Aos 26’, Bruno Silva recebeu na área, chutou e Wilson fez boa defesa. Logo após, João Paulo cobrou escanteio, Joel Carli foi no segundo andar e mandou de cabeça. Wilson fez mais uma grande defesa e evitou o gol adversário.

O Coxa ainda conseguiu o empate os 37’. Após perder o pênalti no primeiro tempo, Thiago Carleto mandou uma bomba na cobrança de falta e acertou o canto de Gatito, que não conseguiu evitar o gol. Mas não deu nem tempo da torcida coxa-branca comemorar. Aos 38’, em falha da defesa, João Paulo recebeu quase na pequena área, matou no peito e chutou antes da bola tocar o chão. O Botafogo venceu no Couto Pereira e decretou mais um revés alviverde no campeonato.

O Coxa volta a campo no próximo sábado (30), às 16h, na Fonte Nova, para enfrentar o Bahia. Já o Botafogo recebe o Vitória no estádio Nilton Santos, no domingo (1º), às 11h. Ambos jogos válidos pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017.

FICHA TÉCNICA

Coritiba 2 x 3 Botafogo

CORITIBA (4-4-2): Wilson; Léo, Werley, Walisson Maia e Thiago Carleto; Jonas, Matheus Galdezani, Anderson (Rafael Longuine) e Tiago Real (Iago Dias); Rildo e Henrique Almeida

Técnico: Marcelo Oliveira.

BOTAFOGO (4-5-1): Gatito Fernández; Arnaldo, Igor Rabello, Joel Carli e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Matheus Fernandes (Marcos Vinicius), Gilson (Guilherme) e João Paulo; Roger

Técnico: Jair Ventura.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *