Radar da Bola

Bundesliga: A saga do Colônia no começo de temporada

Temporada que prometia ser histórica para os bodes começa assustadora

RheinEnergieSTADION

A temporada 2017/18 prometia ser histórica para o tradicional Colônia (FC Köln), pois a equipe vermelha e branca retornaria a disputar uma competição europeia organizada pela UEFA depois de 25 anos. A quinta posição na temporada passada deixou a torcida dos bodes eufórica, foi a melhor posição no alemão desde o anos de 1993, nessa lacuna de tempo a equipe perdeu espaço, grandeza e acima de tudo, visitou algumas vezes a 2.Bundesliga, numa espécie de “clube iô-iô”, pois de 1999 até 2015 a equipe foi rebaixada CINCO vezes.

A expectativa de disputar a Europa League animou a fanática torcida que sempre lota o Estádio Rhein Energie Stadion. Porém o ano que prometia ser histórico já ganhou uma boa dose de drama logo nas primeiras sete partidas oficiais da equipe, foram seis derrotas e um empate. Pela Liga Europa os Bodes até saíram na frente do placar contra o Arsenal, mas sucumbiu na segunda etapa e levou a virada por 3 a 1. Na Bundesliga a história não é diferente, a equipe conseguiu somar seu primeiro ponto neste final de semana diante do Hannover ao segurar um empate por 0 a 0, antes disso foram cinco derrotas (uma delas para o Dortmund por 5 a 1).

Os maus resultados refletem a falta que a equipe de Peter Stöger sente do seu artilheiro Modeste vendido na última janela de transferências por 35 milhões de Euros. A saída de Modeste encheu os cofres, mas esvaziou os gols, a equipe alemã tem apenas dois gols em sete partidas. Não bastasse a saída do francês, a equipe perdeu uma grande peça do forte sistema defensivo (grande arma da equipe na última temporada), Subotic (zagueiro) retornou ao Dortumund após um ano de empréstimo e sua ausência está sendo sentida mais do que se imaginava, os bodes levaram 16 gols e tem a defesa mais vazada do Alemão.

Mesmo com todos esses problemas a torcida da show, depois de mais de 20 mil torcedores invadirem a Inglaterra algumas semanas atrás para ver a estreia de sua equipe na Europa League, é certo que nesta quinta-feira o dia promete ser emocionante e com a cidade inteira em êxtase para ver o Colônia voltar a jogar em casa depois de 25 longos anos em uma copa europeia diante do Estrela Vermelha, mais do que o reencontro com a história, o Colônia precisa do reencontro com as vitórias para se recuperar e não transformar uma temporada que prometia ser de reencontros, se transformar em uma tragédia com o retorno a 2.Bundesliga.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *