Radar da Bola

São Paulo vence Cruzeiro em jogo maluco e consegue sair do Z4

O São Paulo recebeu o Cruzeiro, no estádio Cícero Pompeu de Toledo, no domingo (11), às 11h e venceu por 3 a 2. Hernanes (2x) e Arboleda fizeram os gols do Tricolor e Sassá (2x) os da Raposa, na partida que abriu o returno do Brasileirão 2017. Com essa vitória, os comandados de Dorival Jr. deixam a zona do rebaixamento e quebram a sequência positiva que o Time de Mano Menezes estava mantendo no campeonato. O Cruzeiro jogou a partida com  time reserva, por causa da semi final da Copa do Brasil ser nesta quarta-feira.

O jogo que abriu a rodada de domingo do Campeonato Brasileiro contou com tudo aquilo que o torcedor mais apaixonado, por futebol, gosta. Pênalti perdido, estádio cheio, recorde público, polêmicas e duas viradas de placar durante a partida.

Porém, as coisas não começaram muito bem. Os mais de 56 mil pagantes que estavam no Morumbi não devem ter gostado muito do primeiro tempo, pois o time do Dorival pecava muito na marcação dos adversários e não conseguia impor seu jogo. Numa dessas falhas, Renan Ribeiro fez pênalti em Sassá logo no começo do jogo. Mas para alegria da maioria no estádio, ele mandou a cobrança na trave.

A torcida fazia seu show na arquibancada, cantando a todo instante, mas o time não estava na mesma empolgação. Militão, que entrou no lugar de Jucilei errava muitos passes e cedia a presão constantemente. R. Caio não passava perto dos seus melhores dias. O zagueiro convocado por Tite, essa semana, estava inseguro e tinha erros primários. Na frente, as coisas também não estavam boas. Marcinho não conseguia se entender com a bola, Marcos guilherme tinha várias dificuldades e Pratto não parecia estar em campo.

No último lance do primeiro tempo a torcida Tricolor viu um suspiro de esperança, em meio à tantos erros. Hernanes cobrou a falta com perfeição no ângulo de Rafael, que substituía Fábio.

No segundo tempo Dorival atendeu o pedido da torcida e sacou Militão e colocou Jucilei, para tentar melhorar a marcação. Entretanto, as coisas não melhorar nada. Pelo contrário, pioraram. Após falha da zaga Tricolor, Sassá empatou o jogo com um golaço de voleio dentro da pequena área Tricolor.

Pouco tempo depois Sassá, de novo, se aproveitou da falha de R. Caio e desempatou o jogo com um bonito gol. O atacante tocou cruzado na saída do goleiro Tricolor, sem chances de defesa.

Com a desvantagem no placar, o São Paulo sentiu a desvantagem e acabou desanimando em campo. O time não conseguia mais produzir chances e pecava na marcação. Se não fosse Renan, o Cruzeiro poderia ter feito mais dois gols e matado o jogo.

Vendo que o time passava por problemas, Dorival Jr. resolveu tirar Buffarini e colocar Denilson e trocar Petros, que estava apagado, por Gilberto.

A alteração fez efeito e o time paulista foi pra cima do Cruzeiro. Arboleda empatou o jogo, após cobrança de escanteio de Hernanes, o zagueiro Tricolor subiu mais alto que Hudson e guardou.

Aos gritos de “Eu acredito”,  o São Paulo continuou na busca pela vitória e conseguiu a virada num lance polêmico. Gilberto entrou na área e foi derrubado Ezequiel. Hernanes cobrou e sacramentou a vitória do São Paulo.

Mesmo com seis minutos de acréscimos dados pela arbitragem, o Cruzeiro não conseguiu empatar a partida e saiu com derrota na reestreia do Brasileirão.

No final do jogo, aconteceu um festival de cartões vermelhos. Não por briga, agressões, ou tumulto. Mas por conta do segundo amarelo. Lucas Pratto e Digão, foram expulsos. Já Rafel Sóbis foi por reclamação, após o jogo acabar.

Vale lembrar que no primeiro turno o Time mineiro ganhou por 1 a 0, na falha de Maicon

Classificação

O São Paulo conseguiu sair da zona de rebaixamento, ao menos por enquanto. O time agora está na 16 posição com 22 pontos. Para que o time durma fora da “degola”, a Chapecoense não pode ganhar do Corinthians. Já o Cruzeiro está na sétima posição com 27 pontos, um atrás do Sport, que é o último do G6.

Próximos compromissos

A próxima partida do Tricolor será o famoso jogo de seis pontos, contra o Avaí. O jogo será na Ressacada, às 16h, no domingo, dia 20. Os dois times estão separados pro apenas um ponto na tabela. Já o time de Mano Menezes vai encarar o Sport, no Mineirão, no mesmo dia e horário do jogo de SPFC.

FICHA TÉCNICA

São Paulo: Renan Ribeiro, Buffarini (Denilson), Rodrigo Caio, Arboleda, Edimar, Éder Militão (Jucilei), Petros (Gilberto), Hernanes, Marcinho, Lucas Pratto e Marcos Guilherme

Gols: Hernanes 2, Arboleda

Técnico: Dorival Júnior

Cruzeiro: Rafael; Ezequiel (Rafinha), Leo, Digão e Bryan; Hudson (Henrique), Nonoca (Thiago Neves), Robinho e Alisson; Rafael Sobis e Sassá.

Gols: Sassá (2)

Técnico: Mano Menezes

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *