Radar da Bola

Palmeiras é eliminado da Libertadores

O Palmeiras recebeu no Allianz Parque na noite de quarta-feira o Barcelona-EQU no jogo de volta pelas oitavas de final da Copa Libertadores. O Verdão chegou a ganhar de 1×0, mas foi eliminado nos pênaltis por 5 a 4. Para a temporada deste ano o Palmeiras investiu milhões com 14 reforços e esta foi a terceira eliminação do time alvi-verde em competições.

O Palmeiras subiu para o campo com uma linda festa da torcida e um mosaico que ocupou o estádio inteiro, além dos gritos de apoio que duraram até o ultimo pênalti cobrado.

No primeiro tempo o técnico Cuca apostou no Dudu como jogador de criação, mas foi uma tentativa que não deu certo e mesmo com o maior tempo tendo o passe de bola, o Palmeiras não levou tanto perigo ao gol no primeiro tempo.

Já no segundo tempo com a entrada de Moisés (que foi ovacionado pela torcida), no lugar do Róger Guedes o Palmeiras mudou e o próprio camisa dez marcou o gol aos 5 minutos de jogo da segunda etapa. Após o lance que abriu o placar no Allianz Parque o Verdão diminuiu a pressão sobre o Barcelona-EQU que respondeu de maneira rápida acertando a trave do Palmeiras, porém a falta de um pouco mais de qualidade impediu o time equatoriano marcasse um gol.

O Palmeiras também acertou uma bola na trave do Barcelona-QUE com o Keno, e até mesmo chegou a marcar mais um gol com Deyverson aos 14 minutos mas o juiz marcou impedimento.

O jogo foi para cobranças de pênalti e pelo Palmeiras converteram Guerra, Tchê Tchê, Keno e Moisés. Bruno Henrique desperdiçou. Pelo Barcelona, converteram Álvez, Oyola, Segundo Castillo e Caicedo. Diaz teve a chance de acabar a disputa, mas Jailson defendeu. Nos alternados, Ayovi marcou e Egídio perdeu. O time equatoriano ganhou por 5 a 4 e avançou às quartas de final.

A lista de jogadores do Palmeiras que saíram por conta de dores ou lesões surpreendeu os torcedores, Mina, Jailson, Dudu e Moisés terminaram a partida com dores.

O goleiro Jailson sentiu um desconforto na virilha, foi submetido a exames para avaliar se há algum tipo de lesão e é dúvida pra o jogo de domingo. Yerry Mina foi substituído por Edu Dracena ainda no primeiro tempo e após exames foi constatado uma fratura no quinto metatarso do é esquerdo, o atleta  vai passar por cirurgia nos próximos dias, e o prazo de recuperação é de até três meses.

Moisés sofreu uma pancada e passou por avaliação no joelho operado que constatou esta 100%, porém o jogador vai passar por um processo individual de preparação física.

O capitão do Palmeiras ficou até não aguentar mais e cair de dor, Dudu assim como Mina, saiu chorando de campo. Após exames foi constatado uma lesão muscular na coxa e o prazo de retorno é de até quatro semanas.

Para o jogo contra o Vasco, o Palmeiras ainda não pode contar com Myke ainda em recuperação, Juninho, Thiago Martins, Arouca que ainda não atuou esse ano e tem prazo máximo de recuperação de mais sete semanas e Willian que já está em fase de transição física.

Palmeiras volta a jogar contra o Vasco no Raulino de Olivera às 16 horas deste domingo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *