Radar da Bola

Quem levou a melhor foi o Botafogo no Clássico Vovô

Roger comemora seu gol (Foto: André Durão/Globoesporte.com)

Hoje foi mais um dia do Clássico Vovô no Maracanã e quem saiu vencedor foi o Botafogo. Roger marcou o único gol da partida, aos 39 minutos, de cabeça, após um escanteio cobrado por João Paulo. Com o gol, o atacante chega aos 12 gols no ano, sendo que seis em clássicos cariocas e o Fluminense é quem mais sofreu no ano com o camisa 9 alvinegro levando três gols. Com a vitória, o Botafogo foi para 19 pontos e subiu para a oitava colocação. Já o Fluminense permanece com 17 pontos e caiu para o 10º lugar. Na próxima rodada o Botafogo recebe o Sport, no Estádio Nilton Santos, no dia 17 (segunda) às 20:00 (horário de Brasília) e o Fluminense visita o Coritiba no Couto Pereira no dia 16 (domingo) às 19:00 (horário de Brasília).

O JOGO

O Fluminense tomou a iniciativa e, em cinco minutos de jogo, já havia feito duas finalizações com perigo e também dois escanteios, dando trabalho para Jéfferson. A resposta do Botafogo veio aos oito minutos: Arnaldo invadiu a área pela direita, cruzou buscando Roger, Júlio César tentou bloquear, mas deu rebote nos pés de Marcos Vinícius, porém se recuperou com grande defesa abafando o meia-atacante adversário. O Alvinegro começou a ser perigoso a partir da metade da primeira etapa. Aos 20 minutos, Marcos Vinícius, no primeiro jogo como titular, levantou a torcida com uma bomba da intermediária, que parou na trave. Voltou a ser perigoso num belo chute após domínio na área, mas viu Júlio César salvar o Tricolor com uma mão. Mas nem mesmo a grande noite do goleiro conseguiu impedir o gol de Roger. Aos 39 minutos, João Paulo cobrou escanteio da direita, a defesa não achou nada, e o atacante só ajeitou o corpo para balançar a rede fazendo 1 a 0 para o Glorioso.

O ritmo diminuiu no segundo tempo. A primeira chegada foi do Botafogo, com Victor Luís, aos oito minutos, numa cobrança de falta que assustou Júlio César. Aos 32 minutos, Matheus Alessandro apareceu na segunda trave e completou de cabeça, livre, o cruzamento de Lucas, mas carimbou o travessão. A pressão aumentou do Tricolor, que deixou espaços no campo de defesa. Gustavo Scarpa, de falta, obrigou Jefferson a fazer boa defesa, aos 35 minutos. No contra-ataque, Aos 36 minutos, o Alvinegro por muito pouco não ampliou, mas parou na trave mais uma vez após finalização de Guilherme – na sobra, Pimpão mandou para o fundo da rede, mas o lance estava parado por uma falta de Camilo. Depois o Botafogo se fechou e o Flu não conseguiu criar mais chances.

Fluminense: Júlio César; Lucas, Reginaldo, Henrique e Mascarenhas (Matheus Alessandro); Orejuela, Wendel e Gustavo Scarpa; Richarlison, Pedro (Marcos Calazans) e Wellington Silva (Lucas Fernandes). Treinador: Abel Braga.

Botafogo: Jéfferson; Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Victor Luís; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes (Fernandes), João Paulo e Marcos Vinícius (Camilo); Rodrigo Pimpão e Roger (Guilherme). Treinador: Jair Ventura.

Cartões amarelos: Fluminense – Henrique, Mascarenhas e Marcos Calazans. Botafogo – Joel Carli, Victor Luís e Matheus Fernandes.
Cartões vermelhos: nenhum.

Local: Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro/RJ

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *