Radar da Bola

No retorno de Jéfferson, Botafogo arranca empate no fim contra o Galo no Nilton Santos

Jéfferson comemora defesa do pênalti (Foto: Jorge Rodrigues/Eleven/Estadão Conteúdo)

O dia tão aguardado pelos botafoguenses chegou! Jéfferson retornou aos gramados depois de quase 14 meses afastados devido a uma rara lesão no tríceps do braço esquerdo. Em setembro do ano passado teve um ensaio do retorno do camisa 1, porém Jéfferson sentiu a mesma lesão e fez uma segunda cirurgia. Depois de meses de dúvidas, o ídolo do Botafogo está de volta aos campos e seu retorno foi memorável ao fazer defesas difíceis e defender um pênalti no começo do segundo tempo. O Botafogo empatou em 1×1 com o Atlético/MG. Marlone abriu o placar aos 12 minutos e Roger empatou, em um rebote de pênalti que ele mesmo havia cobrado, aos 49 minutos do segundo tempo. Com o empate o Botafogo foi a 16 pontos, mas permanece em 10º lugar, e o Atlético/MG foi a 17 pontos e permanece na oitava colocação. Na próxima rodada o Botafogo faz o clássico carioca contra o Fluminense, na quarta (12) às 21:00 (horário de Brasília) no Maracanã. Já o Atlético/MG encara o Santos em casa às 19:30 (horário de Brasília) também na quarta (12) no Estádio Independência.

O JOGO

Foi o Atlético/MG que tomou as rédeas no começo da partida e não o Botafogo, como era de esperar contra uma equipe mista. O Alvinegro não se encontrou na primeira etapa e aos 22 minutos Robinho tocou para Marlone que arriscou de fora da área. A bola desviou em Émerson Silva e enganou Jéfferson. Era gol do Galo. Aos 43 minutos, em uma das poucas chegadas perigosas do Botafogo, Rodrigo Pimpão dominou, a bola subiu um pouco, mas de puxeta chutou ao gol de Victor, que fez boa defesa.

No começo da segunda etapa os mineiros tiveram a chance de aumentar o placar. Émerson Silva meteu a mão na bola e o árbitro marcou pênalti, aos três minutos. Rafael Moura cobrou, mas Jéfferson voou no canto esquerdo para espalmar e foi ovacionado pelo torcedor. O Galo teve outras chances, mas parou sempre em Jéfferson, que teve uma atuação de gala, ou na falta de capricho. Como quem não faz leva… Aos 48 minutos Matheus Mancini derrubou Marcos Vinícius na área e o árbitro marcou pênalti. E no minuto seguinte Roger cobrou, Victor defendeu, mas o próprio Roger ficou com o rebote e empatou para o Botafogo. No fim os botafoguenses saíram com um gostinho de vitória e os atleticanos com um gosto de derrota.

Botafogo: Jéfferson; Arnaldo, Joel Carli, Émerson Silva e Victor Luís; Rodrigo Lindoso (Marcos Vinícius), Bruno Silva, Matheus Fernandes (Camilo) e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Roger. Treinador: Jair Ventura.

Atlético/MG: Victor; Marcos Rocha, Bremer, Matheus Mancini e Fábio Santos; Rafael Carioca, Yago (Adilson), Elias e Marlone (Cazares); Robinho e Rafael Moura (Fred). Treinador: Roger Machado.

Cartões amarelos: Botafogo – Joel Carli. Atlético/MG: Matheus Mancini, Fábio Santos e Rafael Carioca.
Cartões vermelhos: nenhum.

Local: Estádio Olímpico Nilton Santos, Rio de Janeiro/RJ

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *