Radar da Bola

Daniel Alves lidera e PSG fatura a Supercopa da França

A primeira partida oficial do PSG foi o cartão de visita de Daniel Alves aos torcedores parisienses. O brasileiro foi fundamental para o primeiro título do PSG e dele na França. O Monaco abriu o placar com Sidibé mas, Daniel Alves empatou com um golaço de falta e deu o passe do gol da virada para Rabiot.

O jogo

Pela segunda vez na história, a Supercopa da França foi disputada fora do país. A partida foi realizada no Grand Stade de Tanger, em Marrocos. Colocava as duas equipes campeãs da última temporada: Nacional (Monaco) e Copa Nacional (PSG).

Com perdas importantes, o Monaco teve dificuldades para criar jogadas. O time de Leonardo Jardim, sentiu a falta de entrosamento pois, perdeu seus três titulares nesta janela: Bernardo Silva, Bakayoko e Mendy. Apesar das perdas, a partida foi bem disputada. Do lado do PSG, o time de Unai Emery manteve o mesmo futebol da temporada passada, com a posse de bola e incisivo nas chances de gol.

A primeira chance veio aos 5 minutos. Em cruzamento da esquerda, Daniel Alves que atuou de ponta direita finalizou, Subasic deu rebote, na sequencia o goleiro dividiu com Cavani mandando a bola para fora.

Quem abriu o placar foi o Monaco. Aos 30, em boa troca de passes, o recém contratado Tielemans deu belo passe para Sidibé. O lateral direito com muita categoria encobriu Areóla e abriu o placar.

O gol não freou o PSG que teve duas oportunidades antes do apito final mas não resultou em gol.

A segunda etapa foi de Daniel Alves. Aos 5 minutos, o lateral cobrou a falta de muito longe e marcou um golaço, empatando o jogo. Na sequência, o time do Principado teve boa chance. O zagueiro do PSG afastou mal e Tielemans não aproveitou a chance e mandou para fora.

 

O PSG assustava o Monaco pelo lado direito com Meunier e principalmente Daniel Alves. O brasileiro poderia ter anotado seu segundo gol e a virada. Em tentativa de cruzamento, o brasileiro ia fazendo o gol mas Subasic mandou para fora. Um minuto mais tarde, o lado direito criaria a virada no placar. Aos 17, Meunier tocou para Daniel Alves que cruzou na medida para Rabiot estufar as redes de cabeça, virando o jogo para 2 a 1.

A virada levou o Monaco a sair da defesa e buscar o empate. A melhor chance do time saiu em uma cabeçada de Carillo, onde Areóla se esticou e fez grande defesa, na sequência da jogada a bola foi divida para novo escanteio.

O PSG conseguiu segurar o placar e faturar a 5ª Supercopa da França.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *