Radar da Bola

Após mais de R$ 1 bi, Morata será o 19º camisa 9 do Chelsea

Nunca na história de um clube grande o número 9 virou uma maldição. Mas em Stamford Bridge, o dito faz efeito. Em outros clubes, os centroavantes mais conhecidos como ‘homens-gol’ sempre fizeram a diferença. Se puxarmos na história, Ronaldo (Barcelona), Eto’o (Barcelona), Ibrahimovic (Manchester United), Inzaghi (Milan), Suárez (Barcelona) entre ouros.

Este era o maior sonho de Roman Abramovich, dono do Chelsea quando assumiu o poder aquisitivo do time londrino. O magnata russo, gastou ao todo 335,2 milhões de libras (ou R$ 1,220 bilhão), por um camisa 9. Mas, não surtiu efeito nestes 14 anos desde sua chegada, em 2003.

Pelo Real Madrid, Morata fez 31 gols em 95 jogos. Pela Juventus, 27 gols em 93 jogos.

O nome da vez é Alvaro Morata, o espanhol de 24 anos, terá a responsabilidade de quebrar esta sina. O último artilheiro do Chelsea não vestia a 9 mas a 11. Um dos maiores ídolos do clube, Didier Drogba. O marfinense  custou 24 milhões de libras (R$ 87 milhões na cotação atual), o quinto atacante mais caro na história do Chelsea e o maior artilheiro de todos os 9 que passaram. Drogba marcou 170 gols em 389 jogos.

Morata precisará ser um ‘Drogba’ pois, foi a maior contratação da história do Chelsea e está entre as 10 mais caras do futebol. O espanhol custou aos cofres londrinos 80 milhões de euros (R$ 290,6 milhões). Morata não poderá repetir os feitos de grandes jogadores, com grandes expectativas e que não renderam o esperado como: Shevchenko, Fernando Torres e Crespo. O ídolo do Milan chegou ao Chelsea como estrela, após anos de sucesso no time italiano, a mídia acreditava que chegava o 9 que o time precisava, mas não foi isso. Shevchenko custou £30 milhões e fez apenas 22 gols em 77 partidas.

Se o ucraniano foi um fiasco, o que dizer de Fernando Torres. O El Niño era o ‘cara’ ao lado de Gerrard no Liverpool. Mas o dinheiro falou mais alto e mudou de cidade, indo para Londres. Se em Liverpool ele era o matador, em Londres ele se tornou o ‘mico’. Torres foi a segunda contratação mais cara do Chelsea, custando 50 milhões de libras. Apesar de ter ganho a Champions League com o clube, Torres ficou mais tempo na banco do que em campo. Ele fez 182 jogos e marcou 82 gols. Se pensarmos no Liverpool, ele anotou o mesmo número de gols com menos jogos (142 jogos e 81 gols).

Mas, o melhor custo benefício foi Kalou. O marfinense custou ‘pouco’ aos cofres e rendeu mais do que se esperava. Kalou fez 250 jogos e marcou 60 gols. Ele custou 9 milhões de libras (R$ 32,75 milhões) e é o segundo maior artilheiro.

Atualmente, o Diego Costa veste a 19 mas é o centroavante do time. Diego tem 120 jogos e 59 gols. No entanto, o brasileiro naturalizado espanhol não vestirá mais a camisa azul.

Outros 9 que passaram foram: Mutu, Anelka, Lukaku, Remy, Eto’o, Pato, Demba Ba, Pizarro, Sturridge e Kezman.

Resta saber se Morata conseguirá fazer jus ao valor pago pelo russo.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *