Radar da Bola

Ponte Preta consegue vencer a Chapecoense pelo Brasileirão

A Ponte Preta jogou na tarde desse domingo (11) às 16h no estádio Moisés Lucarelli em Campinas (SP) contra a Chapecoense partida válida pelo Campeonato Brasileiro da Série A, o primeiro tempo estava bem equilibrado e aos sete minutos o time da casa teve a chance com Renato Cajá, que soltou uma bomba para fora do gol de Jandrei. Na sequência, o lateral Nino Paraíba dominou e finalizou cruzado, o goleiro do clube catarinense conseguiu tirar com as pontas do dedos.

A Chape conseguiu responder com a cabeçada de Victor Ramos, após escanteio cobrado por Seijas, mas a bola passou perto da trave de Aranha. O lateral Reinado do time catarinense recebeu a bola livre dentro da área finalizou rasteiro só que a bola passou por Aranha e João Lucas afastou o perigo na área defensiva. O time campineiro abriu o placar aos 15 minutos quando Luiz Otávio saiu jogando errado e mandou a bola nos pés de Lucca, conseguiu dar a assistência para Renato Cajá finalizar para o canto do gol de Jandrei.

O time do interior paulista com a vantagem do placar começava a apostar no contra ataques para ampliar e assustou com o chute rasteiro de Emerson Sheik, o time catarinense estava sofrendo a pressão com isso a Macaca fez o segundo gol aos 25 minutos, o atacante Sheik deu um lindo lançamento para Lucca, que invadiu a área finalizando sem chances a Jandrei. A Chapecoense logo em seguida se arriscou com Wellington Paulista obrigando Aranha espalmar para escanteio, a primeira etapa terminou com a vitória da Ponte Preta por 2 a 0.

Renato Cajá e Emerson Shek foram essenciais para a vitória da Ponte (Foto: Fábio Leoni/ Ponte Press)

O segundo tempo a equipe da Chape voltava com uma postura mais ofensiva, mas o que acabou ocorrendo foi um banho de água fria aos 15 minutos, o time da casa acabou fazendo o terceiro gol com Naldo finalizando rasteiro no canto de Jandrei. Na sequência a Chapecoense só não diminuiu porque Nino Paraíba salvou a bola finalizada por Rossi, o lateral Reinaldo cobrou escanteio aos 25 minutos só que Osman desviou de cabeça para o fundo do ângulo dando um golpe no goleiro Aranha.

O gol deu um ânimo para o Verdão do Oeste, que conseguiu ainda fazer o segundo gol aos 27 minutos com Osman escapando pela esquerda cruzou para Rossi cabecear livre, sem chances ao goleiro Aranha. O treinador Gilson Kleina e a torcida da Macaca não acreditavam na reação da Chapecoense já que aos 40 minutos Rossi invadiu a área cruzando rasteiro. O goleiro Aranha salvou com as pontas do dedo e a zaga conseguiu aliviar o perigo, o time da casa valorizou mais a posse de bola para garantir a vitória por 3 a 2.

A Ponte Preta volta a jogar na próxima quarta feira (14) fora de casa às 21h contra o Flamengo já a Chapecoense joga no mesmo dia, mas às 21h45 em casa contra o Vasco da Gama.

Ficha Técnica

Público: 4.105 pagantes

Renda: R$ 80.580,00

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva/PA

Assistentes: Helcio Araujo Neves/PA e José Ricardo Guimarães Coimbra/PA

Cartões Amarelos

Ponte Preta: Nino Paraíba e Emerson Sheik

Chapecoense: Apodi, Osman, Luiz Otávio e Reinado

Ponte Preta

Aranha; Nino Paraíba, Marlon, Rodrigo (Luan Peres) e João Lucas; Naldo, Wendel, Léo Artur (Negueba) e Renato Cajá (Jadson); Lucca e Emerson Sheik

Técnico: Gilson Kleina

Chapecoense

Jandrei; Apodi (Diego Renan), Luiz Otávio, Victor Ramos e Reinaldo; Moisés (Osman), Luiz Antonio e Seijas (Neném); Arthur Caíke, Rossi e Wellington Paulista

Técnico: Vágner Mancini

Facebook

Twitter

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *