Radar da Bola

Paraná cai diante do Criciúma e também na classificação

Os planos do Tricolor foram por água abaixo, e a pequena excursão pelo Sul acaba com derrota para o Criciúma, além de um jogador expulso

O Paraná arrumou as malas e saiu da capital com um único objetivo: a conquista de quatro pontos. Porém os planos não deram certo, e eles retornam com um empate e uma derrota na bagagem. Após o empate em 0 a 0 com o Inter, o Tricolor perdeu para o Criciúma por 2 a 1, na noite dessa sexta.

A noite era do atacante Lucão, que marcou 2 vezes na vitória do Criciúma diante do Paraná

Aos 26’ do primeiro tempo, quando ainda estava tudo igual no placar, o lateral-direito Cristovam resolveu tirar satisfação com o atacante Silvinho e conseguiu a expulsão. A vantagem do Criciúma foi muito bem aproveitada, principalmente pelo atacante Lucão, que marcou duas vezes e garantiu os três pontos. Nos acréscimos, Robson ainda conseguiu descontar em cobrança do pênalti, mas não foi o suficiente para evitar a derrota.

Paraná com um jogador a menos em campo

A equipe paranista entrou em campo querendo conquistar os três pontos, meta traçada para a ‘mini-excrusão’ que tiveram pelo Sul, e tiveram duas grandes chances. Aos 20’, Cristovam aproveitou a sobra na intermediária, mandando de primeira a bola direto para o travessão, que caiu em cima da linha. Já aos 23’, Renatinho cobrou falta, tirou do goleiro Luis e a bola ficou no travessão.

A situação da partida mudou completamente de figura aos 26’. Cristovam foi agredido por Silvinho, foi tirar satisfações com o atacante do Criciúma e acabou recebendo o segundo cartão amarelo no jogo. Perdendo um de seus jogadores, o Paraná começou a explorar os contra-ataques, mas sem criações de jogadas perigosas no primeiro tempo. Já pelo lado do Criciúma, eles cresceram na partida e conseguiram abrir o placar nos acréscimos. Aos 48’, Richard salvou o Tricolor no primeiro chute dentro da área, porém Lucão aproveitou a sobra e apenas empurrou para as redes.

Vantagem dos donos da casa é ampliada

O treinador paranista mudou o esquema tático, porém sem muitas perspectivas de empate. Mesmo com a entrada do volante Jhony no lugar do meia Renatinho, quem balançou as redes foi o Criciúma. O perigo começou aos 5’, quando Caio Rangel chutou forte, a bola bateu em Igor e Richard evitou a primeira oportunidade do segundo gol do Criciúma. Mas aos 15’, o atacante Lucão aproveitou o momento de bobeira da defesa tricolor e mandou de bicicleta para o fundo das redes, sem chances para o goleiro Richard.

Depois do segundo gol do adversário, o Paraná mudou a tática do ataque para tentar diminuir o prejuízo. Aos 27’, após cobrança de falta, Felipe Alves cabeceou livre de marcação e a bola tirou tinta da trave. O time catarinense respondeu rapidamente e, aos 31’, em cruzamento rasteiro na área, Diogo Matheus chutou com o gol vazio, mas mandou para fora. Nos acréscimos do segundo tempo, Robson caiu na área e o árbitro marcou pênalti. O próprio atacante cobrou com força e categoria, no canto direito, descontando o placar.

Com a terceira derrota na Série B, o Tricolor vai para a 11ª colocação, podendo ser ultrapassado na rodada por Londrina e Ceará. Após a maré ruim das recentes partidas, o técnico Cristian de Souza terá uma semana para corrigir todos os erros até a próxima rodada, onde enfrenta o Ceará no dia 1º de julho, às 16h30, na Vila Capanema.

FICHA TÉCNICA

Criciúma 2 x 1 Paraná

CRICIÚMA (4-3-3): Luiz; Diogo Mateus, Nino, Diego Giaretta e Marlon; Jonathan Lima (Paulinho), Barreto, Douglas Moreira e Caio Rangel; Lucão e Silvinho (Fabinho Alves)

Técnico: Luiz Claudio Winck.

PARANÁ (4-3-3): Richard; Cristovam, Rayan, Eduardo Brock e Igor; Leandro Vilela, Gabriel Dias e Renatinho (Jhony); Minho (Nathan), Robson e Felipe Alves (Rafhael Lucas)

Técnico: Cristian de Souza.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *