Radar da Bola

Cruzeiro perde novamente

Com um a menos desde os 10 minutos do 1° tempo, time do técnico Mano Menezes sofre novo revés e começa a se complicar no campeonato

 

O técnico Mano Menezes estava sem os seus dois zagueiros titulares Manoel e Dedé. Havia um zagueiro da base no banco de reservas mas, o treinador do Cruzeiro preferiu improvisar o volante Henrique na zaga, ao lado de Leo. O resultado dessa invenção, não poderia ter dado mais errado. Logo aos 5 minutos de partida, após falha de Leo, a bola sobrou para o atacante do Bahia, que sairia de frente para Fábio, Henrique acabou o derrubando mas, o jogo já estava parado. Esse lance parecia ter sido um aviso do que estava por vir! Aos 10 minutos, novamente falha da marcação do Cruzeiro, mais uma vez, o atacante do Bahia sairia de frente para Fábio e Henrique acabou o derrubando. Como resultado, o volante improvisado de zagueiro foi expulso, prejudicando o time do Cruzeiro.

A partir desse lance, o Cruzeiro se perdeu no jogo! O time não acertava os contra-ataques, não se defendia bem e o Bahia acabou se aproveitando disso. Tomando as ações da partida e estando com mais posse de bola, o Bahia não demorou para abrir o placar. Zé Rafael recebeu ótimo passe no lado direito da defesa do Cruzeiro, cruzando para a pequena área onde estava Edgar Junio, o goleiro Fábio não saiu e o atacante do Bahia apenas cabeceou para o gol. Após o gol, o Cruzeiro começou a jogar um pouco melhor. O time do técnico Mano Menezes, conseguia criar boas jogadas, mas sem efetividade no ataque. Ainda no 1° tempo, poderia ter empatado o jogo, mas seus jogadores de frente não conseguiam finalizar no alvo. E para piorar, o Cruzeiro ainda perdeu força ofensiva quando o técnico Mano Menezes sacou o argentino Ábila do time e colocou o zagueiro Murillo (aquele que deveria ter entrado na zaga no lugar de Henrique).

Ainda no 1° tempo, o Cruzeiro poderia ter empatado o jogo, Alisson deu um ótimo passe para Robinho dentro da área, mas o meia acabou finalizando nas mãos do goleiro baiano. No 2° tempo, o Cruzeiro conseguia equilibrar a partida mesmo com 1 a menos. O time não era pressionado pelo Bahia, mas também não criava muitas jogadas efetivas de gol. Aos 15 minutos da etapa final, Thiago Neves teve uma chance praticamente debaixo das traves, mas acabou desperdiçando um dos raros bons ataques do Cruzeiro no jogo. Ao longo do 2° tempo, o Cruzeiro sentiu o cansaço e passou a não mais oferecer perigo nem muita resistência ao Bahia.

No fim das contas, a equipe baiana acabou vencendo a partida e com este resultado, o Cruzeiro começa a se complicar no campeonato. Estando 2 jogos sem vencer e sem marcar gols, o time celeste começa a ver os aspirantes ao título se distanciarem, assim como a zona de Libertadores. Agora, o time descansa para enfrentar o Atlético Goianiense no Mineirão domingo, tentando buscar uma reabilitação no campeonato. Com erros de estratégia, posicionamento e escalação, o Cruzeiro de 2017 mostra ser apenas um time que brigará por meio de tabela, sem conseguir assustar os times da parte de cima, sem brilhantismo em seu futebol e sem realizar bons jogos. Depois de 2 anos brigando contra o rebaixamento, parece que a torcida celeste vai acabar sofrendo mais um ano.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *