Radar da Bola

Série B: Virada diante o Paraná coloca o Ju no G4

Caxias do Sul – De volta ao Alfredo Jaconi, o Juventude superou o Paraná por 2 a 1, pela 3ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Em um jogo recheado de emoção e muita chuva, o Ju chegou ao G4 da competição – marcando o gol da vitória nos acréscimos. Na próxima rodada, o Juventude encara o Internacional no Beira-Rio – sábado (3). Já o Paraná (na 8ª posição da competição, porém com um jogo a mais) visita o Londrina em jogo válido pela 5ª rodada, no dia 6.

DO JOGO

Quem começou melhor foi o Paraná. Logo aos quatro minutos os visitantes assustaram numa sequência de três lances. Primeiro com Assis, que chutou forte na trave direita do goleiro Matheus Cavichioli. No rebote, Matheus Carvalho chutou e com o joelho o goleiro alviverde salvou novamente. Na nova sobra paranista, o atacante mandou para fora.

A resposta do Ju foi rápida. E com reclamação. Tiago Marques aproveitou cruzamento da direita e cabeceou em direção ao gol. No meio do caminho, a bola bateu no braço de Matheus Carvalho. O árbitro não marcou nada.

Aos 12, novamente o goleiro do Juventude foi decisivo. Minho chutou cruzado da esquerda e Matheus Cavichioli salvou com a perna esquerda. No rebote, Robson mandou para a linha de fundo.

Aos 19, um lance inusitado que quase resultou no gol do Ju. O auxiliar não marcou saída de bola pela linha lateral no ataque alviverde. Ramon deu sequência na jogada enquanto a defesa paranista parou. Tiago Marques recebeu e tocou para Lucas, que mandou um chutaço perto da trave esquerda do goleiro Marcos.

Aos 33, nova chance alviverde. Bola lançada da defesa, o zagueiro Brock perdeu o tempo da bola e Tiago Marques invadiu a área. Cara a cara com o goleiro do Paraná, o 9 do Ju mandou na rede pelo lado de fora.

ETAPA DE GOLS

O segundo tempo começou mais lento. O Juventude começou a levar perigo e as faltas no entorno da área paranista começaram acontecer. Aos sete, a principal chance do Juventude no jogo. Falta frontal que Leílson chutou no canto do goleiro. A bola explodiu na trave. No rebote, o ataque alviverde não aproveitou.

Justamente no momento em que o time da casa estava melhor, veio o castigo. Aos 12, a bola que foi cruzada na área parou na frente de Felipe Alves, que tocou no canto esquerdo de Matheus Cavichioli. Foi o 1 a 0 para o Paraná e novamente o Ju saiu atrás no marcador jogando no Jaconi.

A justiça do que se apresentava na segunda etapa se fez dois minutos depois. Novamente Leílson na bola parada. O chute em direção ao gol foi desviado pelo lateral do Paraná Assis, que mandou contra a própria meta. Empate e explosão da torcida, que colocou o Juventude novamente vivo no jogo.

Aos 33, novamente o Ju chegou perto. Bela jogada de Diego Felipe, que abriu na esquerda. Juninho dominou, puxou para a perna direita e chutou forte. A bola bateu na trave.

Aos 44, cruzamento de Caprini, desvio no meio do caminho, o goleiro Marcos deu rebote e Tiago Marques foi derrubado pelo jogador do Paraná. Outro pênalti não marcado.

A emoção da virada veio após os 45. Escanteio cobrado por Caprini, Micael escorou na segunda trave, o goleiro Marcos deu rebote e Diego Felipe mandou para o fundo da rede. Nova virada no Jaconi e vitória alviverde para alegria dos pouco mais de 2000 torcedores que encararam a noite chuvosa.

Juventude – Matheus Cavichioli; Tinga; Domingues, Micael; Pará (Bruno Collaço); Fahel (Diego Felipe), Lucas; Leilson, Juninho Silva; Ramon, Caprini (Tiago Marques). Gilmar Dal Pozzo

Paraná – Marcos; Cristovam; Wallace, Eduardo Brock; Assis; Jhony, Alex Santana; Matheus Carvalho (Guilherme Biteco), Minho; Robson (Nathan), Felipe Alves (Rafinha). Cristian de Souza

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *