Radar da Bola

Roma vai as lágrimas mesmo com a vitória

No dia do adeus ao ídolo Francesco Totti, o resultado foi menos importante que a despedida do 8º rei de Roma

A vitória, e apenas ela daria a Roma uma vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões, mas todos os torcedores que foram até o Stadio Olimpico só queriam ver seu ídolo se despedir da melhor maneira possível, Totti começou no banco e entrou ao longo do segundo tempo sendo muito homenageado nas arquibancadas, e mesmo sem o último gol, o Bimbo d’Oro saiu de campo sob muitas lágrimas e palavras de amor ao clube que tornou ele um dos maiores de todos os tempos, após a partida, Totti falou com muita emoção sobre sua vida destinada ao Giallorossi, sobre o que o clube representava para ele, e palavras de conforto, pois ele não será mais jogador da Roma, mas deverá ser ao lado de Monchi um dos membros da diretoria do clube. Existe Roma sem Totti, mas não existe Totti sem Roma, e o Capitano deixará uma lacuna no elenco, sua ausência será sentida por todos, e cabe aos novos ídolos darem tudo de si para honrar o legado deste que é sem dúvidas um dos, senão o maior jogador da história da Roma.

O JOGO

Embora a parida tivesse uma carga emocional enorme, o Genoa que vem de uma temporada para se esquecer não queria deixar a Roma se sentir confortável em campo, e logo aos 03 minutos abriu o placar quando Pietro Pellegri mandou um chute rasteiro no canto esquerdo de Szczesny, que não chegou na bola.

O gol assustou a Roma que precisava da vitória para confirmar sua presença na fase de grupos da Liga dos Campeões, e não demorou muito para começar a sua blitz ofensiva, ao 10, Dzeko recebeu um cruzamento na grande área e mandou rente ao poste esquerdo, e na sequencia do lance aproveitou um rebote para deixar tudo igual.

O empate despertou a gana da Roma, e aos 19 minutos, Dzeko mandou uma bomba no canto direito, Lamanna bloqueou o chute, aos 21 quem chegou foi El Shaarawy, o faraó pegou na marca do pênalti e mandou forte, a bola passou ao lado esquerdo da trave, e aos 40, novamente Dzeko dominou na área e mandou rente a trave direita, o gol da Roma estava amadurecendo.

O segundo tempo começou como terminou o primeiro, com a Roma, apenas ela incomodando o adversário e buscando o gol, e com 48 minutos, Dzeko manda novamente rente ao poste direito, aos 68, Lamanna voltou a brilhar em uma cabeçada certeira de El Shaarawy. Mas água mole em pedra dura … , aos 74 minutos Dzeko rolou para De Rossi mandar uma bomba e virar o placar no Stadio Olimpico.

A vantagem da Roma não durou muito, pois cinco minutos depois Darko Lazovic mandou uma cabeçada à queima roupa deixando tudo igual e dando uma balde d’água fria na torcida Giallorossi. E o Genoa não queria deixar por isso mesmo, e Lazovic voltou a incomodar, agora Szczesny defendeu.

Chegando nos acréscimos, Diego Perotti recebeu um belo passe rasteiro, e mandou uma bomba no canto direito de Lamanna que não chegou e viu a Roma terminar com a vitória.

CLASSIFICAÇÃO

A Roma terminou o Calcio na segunda colocação com 87 pontos e confirmou sua vaga na Liga dos Campeões, enquanto o Genoa com apenas 36 pontos ficou na modesta 16ª colocação

FUTURO

A Roma agora olha para sua pré-temporada, pois terá que fazer partidas contra PSG, Tottenham e Juventus, todas pela International Champions Cup, nos dias 19, 25 e 30 de julho. O Genoa ainda não divulgou sua escala de jogos.

ESCALAÇÕES

ROMA (4-2-3-1) – Szczesny; Emerson (Mario Rui 18′), Fazio, Manolas, Rudiger; De Rossi, Strootman; El Shaarawy (Perotti 69′), Nainggolan, Salah (Totti 54′); Dzeko

GENOA (3-4-1-2) – Lamanna; Biraschi, Muñoz, Gentiletti; Lazovic, Laxalt, Cofie, Miguel Veloso; Hiljemark (Cataldi 56′); Pellegri (Ntcham 69′), Palladino (Ninkovic 50′)

Grazie di tutto, Capitano

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *