Radar da Bola

Roma derrota Juventus, e mantém aberta a briga pelo título

Com uma boa apresentação, Roma vence bem a Juventus e deixa tudo em aberto na ponta do Calcio

A Juventus sabia que qualquer vitória daria a ela mais uma taça do Calcio, e a velha senhora foi para a cidade eterna em busca do caneco, mas se deparou com sua principal concorrente nos últimos anos, a Roma queria manter acesa a chama da conquista e venceu sua rival, e deixou a briga ainda melhor, com quatro pontos de diferença e duas rodadas a serem disputadas.

Dentro de um bom primeiro tempo, o gol demorou apenas 20 minutos para sair, e foi da Juve. Gonzalo Higuain rolou para Mario Lemina, que chutou de curta distância tirando de Szczesny , que não chegou na bola. O gol deixou a Juve perto do título, e o ar de comemoração antecipada pesou no seguimento da partida. Pois quatro minutos após o gol da Velha Senhora, Daniele de Rossi aproveitou um rebote para deixar tudo igual.

Na etapa final, a Roma se mostrou mais interessada no placar que a Juventus, e teve as melhores chances, e elas foram as que resultaram em gols. Com 56 minutos de bola rolando, Stephan El Shaarawy criou espaço na área, e mandou uma bomba rente ao travessão de Buffon e entrou sem chances para o goleiro. Dez minutos se passaram e lá estava a Roma comemorando mais um gol, aos 65, Radja Nainggolan recebeu dentro da área, e mandou de primeira no canto direito do gol, ampliando a vantagem Giallorossa.

O terceiro gol da Roma esfriou um pouco as chances de ambos, pois o forte sistema de marcação do mandante não deixou a Velha Senhora criar, e a com isso, o placar foi sendo controlado até o apito final.

Com 85 pontos, a Juve pode assegurar a taça na próxima rodada, em sua casa contra o Crotone. A Roma vem com 81 pontos, e precisa torcer por um tropeço do rival, além de vencer o Chievo fora para seguir com chances de levantar a taça.

ROMA (4-2-3-1) – Szczesny; Emerson, Fazio, Manolas, Rudiger; Paredes, De Rossi; El Shaarawy, Nainggolan (Juan Jesus), Salah (Totti); Perotti (Grenier)

JUVENTUS (4-3-3) – Buffon; Lichtsteiner (Dani Alves), Bonucci, Benatia, Asamoah; Lemina, Pjanic, Sturaro (Dybala); Cuadrado (Marchisio), Higuain, Mandžukić

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *