Radar da Bola

Glorioso bate Atlético Nacional e está nas oitavas da Libertadores

Em mais uma demonstração épica de raça e amor à camisa, o Botafogo – clube que representa a antítese do futebol moderno – garante vaga nas oitavas de final da Libertadores da América. Num jogo emocionante e disputado, para deixar de cabelo em pé todo amante do bom futebol, o Glorioso venceu o Atlético Nacional por 1×0.

Antes do jogo setores da imprensa davam a acreditar que o Botafogo estava derrotado. Muito se falou sobre desmantelamento do elenco e problemas internos. Mas, assim que os jogadores pisaram no gramado todas as dúvidas sucumbiram. Com o estádio Nilton Santos lotado, em mais um show da torcida alvinegra, ficou claro que a Estrela Solitária estava brilhando.

Logo aos três minutos, no primeiro contra-ataque, Camilo deixou Roger à feição para abrir o placar. O camisa nove bateu consciente no canto, mas a bola, caprichosa, explodiu no pé da trave. O jogo ficou aberto, com os dois times criando boas chances. O esquadrão colombiano, atual campeão da Libertadores, utilizava de sua famosa qualidade no toque de bola para impor ritmo à partida. O Botafogo, armado com três volantes, se defendia e tentava aplicar o bote mortal.

Mesmo com o alto nível do futebol, a tensão e a rivalidade deram lugar, em alguns instantes, a lances duros e bate-boca. Sabe-se que, durante a descida para os vestiários, os jogadores se degladiaram aos socos no intervalo.

Pimpão, herói em cada jogo

No segundo tempo o Botafogo voltou pilhado. Aos cinco minutos Rodrigo Lindoso acerta passe milimétrico para Pimpão. O iluminado atacante, símbolo da entrega e disciplina tática da equipe, vence a zaga e bate cruzado. Com 1×0 no placar a torcida explodiu no Niltão. É o quarto gol do artilheiro e herói alvinegro na Libertadores.

O Atlético Nacional até tentou impor uma pressão, mas foi repelido pela firme defesa botafoguense. Com a derrota, os colombianos se tornam mais uma vítima do Botafogo, o demolidor de campeões nesta edição do torneio continental.

O Glorioso é a quarta equipe brasileira a se classificar para as oitavas. Se junta ao Santos e Atléticos – Mineiro e Paranaense. O alvinegro mostra que é possível montar uma equipe organizada e competitiva, mesmo sem o alarde da mídia e grandes cifras de patrocínio.


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *