Radar da Bola

Barcelona vence Alavés e conquista a 29ª Copa do Rei

A final da Copa do Rei foi marcada pela despedida de Luís Enrique no comando do Barcelona e do estádio Vicente Calderón. Messi e Neymar comandaram a vitória do Barcelona diante da ‘zebra’ Alavés. Os cúles venceram por 3 a 1 e levantaram a 29ª taça do torneio.

O último jogo no comando do Barcelona não poderia ser melhor para Luís Enrique. Apesar da perda do título do Campeonato Espanhol pelo Real Madrid, o Barcelona encerra a temporada com duas taças para seu imenso museu. Após conquistar a Supercopa da Espanha, diante do Sevilla, desta vez, a vítima foi o surpreendente Alavés.

45 minutos decisivos

O jogo precisou dos primeiros 45 minutos para definir o campeão. Na primeira etapa, o Alavés conseguiu equiparar o Barcelona mas quem assustou primeiro foi Jordi Alba. Em belíssimo passe de Messi, o lateral invadiu a área e cabeceou fraco, a bola passou próximo do gol.

Apesar desta chance logo no início, o jogo era muito lento e com poucas chances de gol. Sem Suárez (suspenso), Neymar e Messi buscavam tabelar e criar as jogadas para o Barça, enquanto o Alavés buscava os contra ataques e a bola parada. O time comandado por Pellegrino assustou somente aos 26. Em chute de Ibai Gomez, Cillesen quase engoliu um frangaço e viu a bola rolar pela linha e não entrar, na sequencia, Deyverson mandou para fora.

O susto acordou o Barcelona. Em uma tabela entre Neymar e Messi, saiu o gol. O argentino tabelou com o brasileiro e como de praxe, mandou no canto direito do goleiro, abrindo o placar.

 

Se o gol de Messi foi bonito, o de Théo foi espetacular. Aos 32, em cobrança de falta de muito longe, o lateral esquerdo do Alavés soltou uma bomba no ângulo de Cillesen, empatando a partida.

Os comandados de Luis Enrique mantiveram a posse de bola e boas chances de gol até o final da primeira etapa. Em passe de Neymar, Rakitic bateu rasteiro e tirou tinta da trave de Pacheco. Se o croata não teve sucesso, Neymar brilhou em mais uma decisão. Em troca de passes, o criticado André Gomes cruzou para o brasileiro que só empurrou para as redes, virando para 2 a 1. Ainda deu tempo, antes do apito final de Paco Álcacer anotar o terceiro gol. Em belíssima jogada individual de Messi, o camisa 10 deu belo passe para espanhol que estufou as redes, ampliando o placar para 3 a 1.

Barcelona segura resultado e levanta novamente a taça

A etapa final parecia que o Alavés iria ao ataque mas, não foi bem assim. O time basco sentiu os dois gols sofridos no final do primeiro tempo e não conseguiu atrapalhar o Barcelona.

A segunda etapa foi somente para segurar o jogo. O Barcelona com o título nas mãos, não forçou durante os últimos 45 minutos. O Alavés precisa diminuir o placar para sonhar pelo menos com o empate. Se Ibai Gomez fez o gol de falta, desta vez, o meia mandou para fora em cobrança de falta. Mesmo com a vitória, Messi queria mais. O craque do Barcelona encontrou Paco Álcacer, o centroavante parou Pacheco.

Aos 24, o brasileiro Deyverson quase diminuiu o placar mas parou nos pés de Cillesen. Nos acréscimos, em troca de passes, Busquets não bateu para o gol e desperdiçou o que poderia ser goleada. O apito final mostrou o poderia técnico e principalmente econômico das equipes. Enquanto o Alavés tem um orçamento 50 milhões de euros (R$ 182,4 milhões), 4 vezes menor que o Barcelona, que possui o maior orçamento do mundo, 695 milhões de euros (pouco mais de R$ 2,53 bilhões), demonstrou a desigualdade das equipes e a obrigação que o time catalão tinha de vencer esta decisão.

Este título significou ao Barcelona o terceiro seguido e enfrentará o Real Madrid, na Supercopa da Espanha na temporada 2017/18. Já o Alavés, chegou ao seu segundo maior feito na história. Os bascos foram vice campeões na antiga Copa da UEFA 2000/01, perdendo para o Liverpool por 5 a 4, em um dos melhores jogos na história da competição e agora, com mais um vice campeonato.

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *