Radar da Bola

Vasco vence Nova Iguaçu e se garante na semifinal da Taça Rio

A última rodada de classificação para o Campeonato Carioca teve grandes duelos, entre eles: Vasco e Nova Iguaçu, em Moça Bonita. Enquanto os cruzmaltinos dependiam das próprias pernas, o time da Baixada Fluminense não tinha apenas a pedreira vascaína, mas os resultados de Flamengo e Botafogo para administrar. Clima tenso, que se refletiu em campo, com uma partida corrida, e pressionada dos dois lados. Favorito, o time do Vasco não teve moleza, e suou bastante para garantir a vitória por 2 a 0.

1º Tempo

Bola rolando em campo, e o Vasco partiu para o ataque. Com sede de gol, Luís Fabiano que ainda não marcou, estava ansioso, e buscou a bola na pequena área do adversário. Isso até os cinco minutos, porque a partir daí, só deu Nova Iguaçu. Valendo vaga na final da Taça Rio, a Laranja da Baixada montou acampamento na pequena área do Vasco, e deu trabalho para o goleiro Martín Silva.

Passada a pressão inicial, o Nova Iguaçu seguiu apertando, mas com o ritmo reduzido em campo o time começou a deixar espaços, e os vascaínos foram criando as jogadas, até que aos 20 minutos, Gilberto recebe na pequena área, cruza fechado, a bola passa por todo mundo, e por pouco Yago Pikachu não marcou.

O Vasco se empolga, e continua no ataque, até que aos 24 minutos, Nenê cruza para Pikachu que de cabeça erra o lance e perde uma chance clara de gol. Insistente, o cruzmaltino seguiu tentando, pressionando, buscando um erro do adversário, até que aos 38 minutos, Rafael Marques aproveitou uma falha na marcação do Nova Iguaçu e de cabeça, após cobrança de escanteio, abriu o placar, Vasco 1 a 0.

2º Tempo

Na volta do vestiário, as duas equipes seguem sem alterações. O jogo recomeça quente, na pilha, o Vasco aperta, Nenê cobra escanteio, Douglas finaliza, e Caio Cesar salva em cima da linha. Na sequência, Nenê vê o goleiro adiantado e manda uma bola do meio do campo, o chute leva perigo e passa perto do gol.

O jogo muda de lado, Paulo Henrique manda uma bola na área, Martín Silva sai bem e abafa, afastando o perigo. O jogo segue, e aos 23 minutos o Vasco tem o lance mais bonito do jogo, e nem foi gol. Após receber um cruzamento de Gilberto, Luís Fabiano desvia de cabeça e por muito pouco ela não entra. A jogada levantou a torcida, e deixou o Fabuloso enlouquecido.

O time do Nova Iguaçu vê o Vasco crescer em campo, tenta reagir, mas o cansaço é visível, e apesar das boas jogadas e das finalizações, o empate não vem. Melhor para o Vasco! Aos 31 minutos, Nenê cruza rasteiro, e deixa fácil para Yago Pikachu mandar direto para o gol. Vasco 2 a 0. Com o placar esticado, Vasco leva a melhor e garante a vaga na semifinal da Taça Rio.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *