Radar da Bola

Rodrigo Caio foi um gigante no país do “não fui eu!”

O zagueiro Rodrigo Caio do São Paulo teve uma atitude digna neste último domingo (16) no confronto diante do Corinthians pelo 1º jogo da semifinal do Paulistão 2017. Aos 39 minutos do primeiro tempo após se chocar com o goleiro Renan Ribeiro, o zagueiro campeão olímpico assumiu para o juiz que ele mesmo havia pisado em Renan, fazendo com que o árbitro anulasse o cartão amarelo e consequentemente tirasse o atacante corintiano Jô da segunda partida.

Pelo tamanho do jogo e também pela situação que o tricolor estava na partida, a atitude de Rodrigo virou louvável de aplausos. Imagina, time perdendo do maior rival em casa por 1 a 0 e você vai falar para o juiz que seu adversário goleador não merece ser expulso. Tem certeza?

Sim, ele teve a certeza. Esse tipo de atitude não deveria nem virar notícia, porém honestidade aqui no país das delações premiadas é algo raro de se ver. Rodrigo que recentemente apareceu nas convocações de Tite para a seleção brasileira, com certeza ganhou mais pontos com o Adenor por essa linda atitude, a presença na lista dos 23 que vão para a Copa do Mundo da Rússia em 2018 seria um belo ‘presente’ para o bom defensor.

Rodrigo Caio foi titular da seleção brasileira que conquistou o Ouro no Rio. (Foto: Mowa Press)

Resta esperar que mais casos como esse venham acontecer no nosso futebol. Nossa sociedade cada vez mais doente, hipócrita e egoísta necessita de bons espelhos. Nós mesmos nas nossas ‘peladas’ semanais adoramos levar vantagem e com a cabeça quente muitas vezes esquecemos o bom senso e a honestidade.

E não, o bagunçado time de Rogério Ceni não ia virar o jogo tão fácil caso Jô fosse expulso, não adianta culpar e fazer mil suposições pela corretíssima ação do camisa 3 são-paulino.  Precisamos acabar com os ‘E se…’ e com os erros do passado para acobertarmos nossas atitudes do presente.

Se fosse na Arena Corinthians algum atleta do time da casa teria peito para tal atitude? Não sabemos, mas o que importa é louvar a ação honesta e digna do Rodrigo Caio. Vencer de maneira limpa é muito mais gostoso, acredite!

Segue o jogo…

One Comment

  1. Pingback: São Paulo venceu 13 majestosos com diferença de três gols - Radar da Bola

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *