Radar da Bola

Renegado por Guardiola, Joe Hart pode retornar à Premier League na próxima temporada

Após ser dispensado pelo técnico Pep Guardiola no início da atual temporada européia e cumprir um ano de empréstimo no Torino da Itália, o goleiro Joe Hart pode retornar para Premier League, porém defendendo as cores de uma equipe rival. Segundo o jornal inglês The Sun, o Liverpool estaria disposto a desembolsar a quantia de 20 milhões de libras para contar com o titular da seleção inglesa em sua meta para a próxima temporada.

O problema dos Reds com goleiros não vem de hoje. No clube desde 2013, o atual titular Simon Mignolet nunca convenceu os torcedores de Merseyside, tanto que logo que assumiu o comando técnico da equipe, o técnico Jürgen Klopp pediu a contratação de Loris Karius, então no Mainz. O jovem goleiro alemão, entretanto, não passou confiança e foi sacado da equipe titular depois de dez jogos.

Revelado pelo Manchester City em 2006, Joe Hart fez sua estréia profissional na temporada seguinte. Depois de rápida passagem com destaque pelo Birmingham na temporada 2009/10, Hart retornou aos citzens e foi titular absoluto da posição até o final da última temporada. Mesmo contestado por alguns torcedores em relação à sua parte técnica, o principal motivo pela recusa de Guardiola em tê-lo no elenco foi o fato de não saber jogar bem com os pés.

Atualmente, Bravo e Caballero revezam a titularidade do City, e mesmo ambos sendo muito criticados  pela torcida e imprensa, o retorno de Hart à Manchester sequer é cogitado pela comissão técnica. Sua permanência na Itália também é pouco provável, mesmo o Torino tendo interesse em continuar com o arqueiro inglês, o clube de Turim demonstrou-se disposto apenas a um novo empréstimo e não tem condições financeiras de exercer a cláusula de compra.

No início da última temporada, o Manchester City se mostrou relutante em negociar seu goleiro com uma rival local. Mas a falta de interesse tanto do mercado atual quanto de Guardiola pelo futebol de Hart pode facilitar a negociação do Liverpool que vê nele a solução para a posição que vem dando dor de cabeça aos Reds desde a saída do ídolo Pep Reina em 2013.

Por Pedro Victor

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *