Radar da Bola

Messi faz dois e decide o Clássico no Santiago Bernabéu

Sem Neymar e marcado pela eliminação na Champions League, o Barcelona chegou no Santiago Bernabéu como time mais fraco e sai de Madrid líder do Campeonato Espanhol. Com 2 golaços de Messi, e com a frustração de Cristiano Ronaldo, os eternos rivais fizeram um El Clásico competitivo do início ao fim e, como sempre, marcado por polêmicas e muitos cartões.

 

O jogo começou com um Barcelona nervoso, evidentemente pelo impacto da eliminação na Champions, e com um Real Madrid confiante, que teve chances de gol logo no primeiros minutos. Apesar do time azul grená conseguir, antes dos 10 minutos de jogo, se estabilizar, igualar o jogo e começar a atacar, o gol do Madrid sai aos 28 do primeiro tempo, num cruzamento de Marcelo para Sergio Ramos, que chuta a bola na trave; no rebote, Casemiro chuta longe do alcance de Ter Stegen para abrir o placar. Falha do goleiro alemão, que errou na reposição de bola, direto para os pés de Marcelo, e grande visão do brasileiro Casemiro.

 

Mas o gol madridista não desestabilizou o rival, que se manteve atacando e conseguiu o empate logo em seguida. Com passes precisos, Rakitic recebe a bola, deixa para o craque argentino, que passa por toda a defesa do Madrid com a bola, inclusive com um drible em cima de Carvajal e marca seu gol.

 

O primeiro tempo, além de agitado por gols, foi marcado por lesões importantes. No minuto 20’, Marcelo deixa o cotovelo alto em uma dividida com o Lionel Messi, o que deixou o argentino por todo o primeiro tempo com gaze para estancar o sangue na boca, o que atrapalhou o time catalão, que naquele momento estava melhor em campo. Lembrando que pouco depois desse lance, sai o gol madridista. Aos 39 minutos, é a vez de Gareth Bale sentir o tornozelo esquerdo e sair de campo, sendo substituído por Asenjo.

 

E como não podia faltar, o duelo também foi marcado por polêmicas desde seus primeiros minutos. Só no primeiro tempo, foram 3. Aos 2’, Cristiano Ronaldo se aproxima da área com a bola e é cortado por Umtiti. O português é tocado, cai na área e o juiz manda seguir. Os madridistas pediram pênalti. O lance entre Marcelo e Messi também gera polêmica, já que não foi marcado pelo juiz e, dessa vez, os barcelonistas pediram cartão vermelho. Casemiro, que já tinha o amarelo por um carrinho em Messi aos 11’, para novamente o argentino com falta, mas dessa vez matando um contra-ataque do Barcelona. Novamente, os torcedores de azul grená pedem o segundo amarelo, que não é mostrado.

 

O segundo tempo não foi diferente. Com muitas defesas excelentes dos goleiros, especialmente de Ter Stegen, o jogo ficou ainda mais quente, com muitas chances claras para os dois times, mas nenhum gol até os 72’. Rakitic, que recebeu a bola de Lionel Messi na entrada da área, driblou Toni Kross, que virou de costas pra bola, e chutou direito pra rede em um golaço.

 

Mas a polêmica mais importante foi a expulsão de Sergio Ramos aos 77’, depois de um carrinho feio do jogador em Messi. O vermelho direto gerou uma discussão entre Ramos e Piqué, donos das polêmicas entre Real e Barcelona nas redes sociais.

 

Com menos um e perdendo em casa, o Real Madrid não se diminuiu e teve, logo em seguida, a chance do gol de empate. Perto da área, Marcelo deixa Rakitic para trás e coloca a bola na reta de James Rodríguez, que empurra para dentro do gol, empatando o jogo. Gol que poderia valer a Liga.

 

O jogo estava empatado e em seus últimos minutos, mas com dois gigantes em campo, um clássico só acaba com o apito do juiz. Sergi Roberto iniciou, ainda na metade do campo, uma troca de passes com muita velocidade, que passou para André Gomes e Jordi Alba, que, quase na linha de fundo, atrasou a bola nos pés de Lionel Messi, que chutou dentro do gol e sagrou o vitorioso desse clássico. Com a camisa nas mãos, o jogador que mais marcou na história do clássico, com 23 gols, e marcou seu gol 500, Lionel Messi calou o Santiago Bernabéu.

 

Jogo muito equilibrado, com mais chances de ataque para o Real Madrid, que desperdiçou muitas oportunidades, e um jogo mais preciso do Barcelona, em questão de gols e jogadas criadas. Jogo de muitas polêmicas, nada menos do que se espera para um dos maiores clássicos do mundo. Jogo fundamental para a Liga Espanhola, que deixa os dois times empatados em 75 pontos, Barcelona na frente pelos confrontos diretos mas Madrid com uma partida a mais por jogar.

 

Por jogar no Santiago Bernabéu, e com um rival em má fase, o Real Madrid deixa muito por desejar, enquanto o Barcelona dá mostras de que está longe de ser um gigante em decadência.

 

Gols da partida:

REAL MADRID: Casemiro (28), James Rodríguez (85)

BARCELONA: Messi (32, 90+2), Rakitic (72)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *