Radar da Bola

Coxa passeia em Cascavel

Coritiba vence por 5 a 0 partida de ida das quartas-de-final do Paranaense e fica próximo da semifinal

Os torcedores que estavam no Estádio Olímpico Regional nesse domingo (02) presenciaram a maior goleada do ano no Campeonato Paranaense 2017. O Cascavel recebeu o Coritiba para o jogo de ida das quartas de final do campeonato e viu o time alviverde dominar a partida.

Coxa goleia Cascavel e está perto da semifinal

Com gols de Walisson Maia, Anderson, Kleber, William Matheus e Neto Berola, o time alviverde goleou a Serpente dona da casa e está muito perto da vaga para a semifinal do Paranaense. Com esse resultado, o Coxa pode perder por até quatro gols de diferença que continua avançando para a próxima fase.

Primeiro tempo só deu Coxa

Aos 2’ do início da partida, o Coxa já mostrava que estava totalmente no jogo. Tiago Real chutou no canto do goleiro Darci, que defendeu com a ponta dos dedos e evitou o primeiro gol alviverde. Mas o Cascavel respondeu logo em seguida, arriscando de fora da área e fazendo o goleiro Wilson partir para a defesa.

Porém foi aos 9’ que o show do time do Alto da Glória começou. Depois do escanteio cobrado por Anderson, o zagueiro Marco Tiago dividiu a bola com o goleiro de sua equipe e a sobra foi aproveitada por Walisson Maia, que mandou direto para o gol. O primeiro gol do Coxa fez com que ele dominasse a partida e, mesmo com dificuldades de marcação, dificultasse a vida dos donos da casa.

Aos 23’ Anderson chutou na entrada da área, pela esquerda, e ampliou o placar. O meio-campo do Coritiba trabalhava nos toques rápidos, e o Cascavel sofria na marcação pelos lados. Tanto sofria que, aos 30’, Kleber recebeu cruzamento de Iago, pela direita. De peixinho ele mandou a bola direto para o fundo do gol.

O Coritiba podia não ser mandante de campo, mas dentro do jogo só dava ele. Aos 36’ ainda deu tempo de mais um gol alviverde. Com toque de bola rápido, William Matheus recebeu de Alan Santos e marcou o quarto gol da partida.

Ainda teve mais um gol

A torcida da serpente estava perdendo a paciência, e até mesmo aplaudia ironicamente os gols e jogadas do time adversário. Na volta para a segunda etapa, o técnico Agenor Piccinin colocou em campo Hyago e Sorbara, na tentativa de descontar a desvantagem. Porém o jogo perdeu o ritmo dos dois lados.

O Coxa tentou acelerar a partida, e aos 15’, por cobertura, de perna esquerda, Rodrigo Ramos tentou chutar dentro da área, obrigando Darci a fazer a defesa. O domínio era total do Coritiba, que desestabilizava o Cascavel. Duas grandes chances foram desperdiçadas pelos donos da casa. Aos 32’, a bola estava no pé de Laionel, na cara do gol, mas ele mandou para fora. Logo em seguida, Sorbara deu a bola de presente para Kleber, que correu em direção à meta. Sorte que a defesa da Serpente estava esperta e tirou a bola de qualquer maneira, sobrando para Darci fazer a defesa.

O Coxa diminuiu o ritmo de jogo e as jogadas ofensivas na reta final do jogo, mas tinha tranquilidade nos toques de bola. Já o Cascavel se esforçava para chegar com perigo e marcar pelo menos um gol. Mas ainda cabia mais um gol para o Coxa. No contra-ataque, Anderson rolou para Neto Berola, que sacudiu a rede e correu para o abraço.

Ainda teve um pênalti, aos 43’. Porém Neto Berola cobrou no canto e o goleiro Darci espalmou para o lado. Agora o Verdão aguarda a homologação da próxima partida, por parte da Federação Paranaense de Futebol. O jogo será no Couto.

FICHA TÉCNICA

Cascavel 0 x 5 Coritiba

CASCAVEL (4-4-2): Darci, Raulen (Sorbara), Marco Tiago, Henrique, Anderson, Neto, Everton, Lomba (Hyago), Marquinhos (Laionel), Wesley e Ícaro

Técnico: Agenor Piccinin

CORITIBA (4-4-2): Wilson, Rodrigo Ramos, Walisson Maia, Márcio, William Matheus, Edinho, Alan Santos (Henrique), Anderson, Tiago Real (Daniel), Iago Dias (Neto Berola) e Kleber

Técnico: Pachequinho

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *