Radar da Bola

Corinthians perde jóia da base para o Granada, da Espanha

O Corinthians perdeu em definitivo o atacante Caio Emerson, de 18 anos, para o Granada, da Espanha. De acordo com informações publicadas pelo portal Lance!, o jovem da base alvinegra acertou transferência para o clube espanhol, que deve ser oficializada nas próximas horas.

Caio tinha vínculo com o Corinthians até o fim de fevereiro. O Corinthians tinha prioridade para exercer o direito de compra do jogador, podendo assim propor um contrato profissional. O presidente Roberto de Andrade, porém, não chegou a um acordo com o atleta.

Vale lembrar que Caio era visto como uma das grandes promessas das categorias de base do Corinthians. O jovem foi artilheiro na campanha vitoriosa da Copa do Brasil Sub-17 do ano passado, além de ter se destacado em competições anteriores, como a Taça BH e o Mundial de Clubes da Categoria.

Na Espanha, a tendência é Caio atuar pelo time B do Granada, ao lado dos também jovens brasileiros Hugo Gomes (ex-São Paulo), Jean (ex-Real Madrid e Seleção Brasileira sub-20), Matheus Santana (ex-Guarani) e Matheus Aias (ex-Ponte Preta).

Entenda o Caso

O jogador, que foi contratado sem custos do Cruzeiro para a categoria Sub-15 e tinha contrato amador até o fim de fevereiro de 2017, custaria um investimento de R$ 1 milhão para o Timão na compra de 50% dos seus direitos econômicos. Porém, o presidente Roberto de Andrade negou o acordo realizado pelo ex-presidente Mário Gobbi e o pacto com o atacante não foi traçado.

O Corinthians chegou a apresentar propostas a Caio, que recusou uma assinatura do contrato profissional por meio do seu empresário. A melhor oferta teria se aproximado de R$ 500 mil. Recentemente, Caio chegou a ser dado como certo em tratativa com o Everton, da Inglaterra, mas a negociação não teve avanço

No primeiro semestre do ano passado, o Corinthians informou à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) que detinha 100% dos direitos econômicos de Caio. Porém, o Timão contava com apenas 25%, enquanto os empresário do atleta e o Cruzeiro (seu ex-clube) possuem 50% e 25%, respectivamente. Sendo assim, a tentativa de renovação e a compra de mais 25% de passe do jogador não pôde ser registrada naquela ocasião.

Caio ficou longe dos gramados desde o fim da Copa do Brasil Sub-17, em junho do ano passado, devido a situação de seu contrato.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *