Radar da Bola

Coelho joga mal em JF mas com empate no fim, se classifica para as semifinais do Mineiro

Em domingo de calor em Juiz de Fora, Zona da Mata de Minas Gerais, América arranca empate no final contra o Tupi e garante vaga para as semifinais do Mineiro.

O Jogo

O Coelho começou tocando bem a bola e controlando as ações do jogo, dando a entender que poderia vencer o jogo com tranquilidade. Entretanto, aos 21 min do 1º tempo, após vacilo da defesa americana, o atacante Jajá entrou livre na área, driblou o goleiro João Ricardo e ao invés de tocar para o fundo do gol, parou em cima da linha para preparar um toque de calcanhar quando o seu folclórico companheiro, Flávio Caça-Rato, chegou chutando para o fundo das redes, acabando com a festa. Quem não gostou nada do curioso lance, foram os jogadores americanos que interpretaram a jogada como desrespeito. Inclusive houve discussão e empurra-empurra depois do gol.

O goleiro João Ricardo falou a respeito: “O cara estava com o gol aberto, e em vez de fazer, ficou pisando, esperando e fazendo gracinha para cima da gente”. O atacante Jajá também se pronunciou sobre o lance:  “Queria pedir desculpas aos jogadores e à torcida do América. Foi uma jogada rápida em que fiquei de costas e parei, pois um jogador do América disse que estava impedido. Estava de costas para o lance, não quis menosprezar. Todos disseram que eu quis fazer de calcanhar, mas foi muito rápido. Se estou impedido e faço o gol, poderia tomar cartão amarelo”. Depois do gol do Tupi, o América tentou pressionar mas com pouca criatividade no setor ofensivo, não assustou a meta adversária.

No segundo tempo, o técnico Enderson Moreira promoveu alterações na equipe que foi para a pressão mas esbarrou novamente na pouca inspiração do seu setor ofensivo. Tirando um bom chute de fora da área de Christian e uma outra oportunidade de dentro da área de Renan Oliveira, ambas  defendidas pelo goleiro carijó, o América só assustava em cruzamentos para dentro da área do Tupi, sendo exatamente dessa forma que Mike empatou aos 44 min, decretando números finais para a partida.

Como fica

Com o empate, o Coelho manteve-se em terceiro lugar no Campeonato Mineiro e garantiu vaga para as semifinais. Na última rodada, com um simples empate contra o Vila Nova no Independência, independente de qualquer resultado, o América manterá tal posição e enfrentará o Cruzeiro na próxima fase.

Apesar da classificação, o Coelho mostrou, mais uma vez, pouquíssima criatividade no ataque e como consequência, sofreu para empatar com uma equipe que havia sido goleada por Cruzeiro e Atlético em rodadas anteriores. Portanto, os comandados de Enderson Moreira terão que evoluir muito se quiserem repetir o feito do ano passado e conquistar o bi do Mineiro. Essa é a esperança da torcida americana.

Ficha técnica

Tupi
Paulo Henrique, Jonathan, Elivelton, Edmário e Bruno Santos; Marcel, Leandro Ferreira, Ruan Teles, Jajá (Bruno Paiva) e Matheus Pato (Carlos Júnior); Flávio Caça-Rato (Rafael).
Técnico: Ailton Ferraz
América
João Ricardo, Alex Silva (Marion), Messias, Rafael Lima e Auro; Juninho, Tony (Felipe Amorim), Christian e Renan Oliveira; Mike e Rubens (Gérson Magrão).
Técnico: Enderson Moreira

Estádio: Municipal Radialista Mário Heleno, em Juiz de Fora
Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira (CBF)
Assistentes: Magno Arantes Lira (CBF) e Marcyano da Silva Vicente (FMF)
Pagantes: 691
Presentes: 1.115
Renda: R$ 13.140,00

Fonte da foto: Globoesporte.com.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *